• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Como viviam os hippies nos anos 1970?

POR Jesus Galvão    EM Curiosidades      10/10/19 às 17h42

Durante as décadas de 1960 e 1970, um grande descontentamento atingiu os jovens nos Estados Unidos. Muitos deles com ensino superior completo e sem perspectivas de conseguir um emprego decente. Além do mais, essas pessoas rejeitavam completamente a ideia de viver suas vidas como seus pais. E o mito de uma sociedade igualitária se desfazia cada dia mais.

O que resultou da soma de todas essas coisas foi a cultura hippie, e dela, as comunidades hippies. Sendo estas espaços de convivência, comunidades ou aldeias, onde essas pessoas, que partilhavam de uma mesma visão de mundo, podiam viver em comunhão.

Um dos pilares dessas comunidades é que as necessidades e os valores coletivos estavam acima dos direitos individuais. Como disse o professor da Universidade do Kansas, Timothy Miller, "A razão havia acabado; agora era hora de voltar ao místico e à intuição... os hippies rejeitavam o industrial para o agrário, o plástico para o natural, o sintético para o orgânico".

Mas engana-se quem acredita que todas as comunidades hippies eram iguais. Na verdade, cada uma delas seguia suas próprias regras. Algumas delas eram voltadas para a religião, enquanto outras eram mais seculares. O uso de drogas não era um tabu. Entretanto, algumas comunidades não permitiam seu uso, enquanto em outras, a situação parecia não ter necessariamente um controle.

Muitas dessas comunidades eram autossuficientes, devido a todo o trabalho ligado a agricultura e manutenção do espaço realizado por seus membros. Mas, também haviam aquelas mais voltadas para o capitalismo, que possuíam empresas e até mesmo vendiam discos de rock. Assim, percebemos que não existiam um modelo bem definido, e cada comunidade hippie desenvolvia suas própria cultura ao longo do tempo.

Cultura hippie

Já na década de 1980, as pessoas já não estavam assim tão fascinadas com os hippies e suas comunidades. Dessa forma, elas começaram a desaparecer gradativamente. Algumas ainda existem nos dias atuais, mas dos dias gloriosos dessas comunidades restam apenas as evidências fotográficas. Abaixo, você confere algumas curiosidades, fatos e registros fotográficos sobre as comunidades hippie dos Estados Unidos.

#1

As comunidades hippies tornaram-se um elemento de destaque no cenário da contracultura norte americana, na segunda metade do século XX.

#2

Eles se concentravam no amor livre e pela terra.

#3

Essas comunidades se concentravam especialmente no estado da Califórnia. Embora, elas tenham se espalhado por quase todo o país.

#4

Muitas dessas comunidades começaram do zero.

#5

Muitas comunidades abrigavam veteranos da Guerra do Vietnã que desejavam esquecer o que viveram durante a guerra.

#6

Grupo de moradores de uma comunidade hippie posando em frente uma das cabanas que eles mesmos construíram.

#7

O uso de drogas, apesar de ser proibido em algumas comunidades, não era um tabu.

#8

Um acampamento à beira-mar, no Havaí, que foi chamado de Taylor Camp, foi definido com uma utopia tropical. Lá, não havia regras, as pessoas não tinham que lidar com a política e não havia contas a pagar.

#9

O lugar foi fundado por 13 hippies que, cansados ??da Guerra do Vietnã e da constante brutalidade policial nos Estados Unidos, fugiram para Kauai, uma ilha havaiana menos povoada.

#10

O Taylor Camp tinha poucas comodidades e não tinha eletricidade.

#11

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Próxima Matéria
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+