• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Confira as chocantes reações após o massacre que deixou 50 pessoas mortas nos EUA

POR PH Mota    EM Mundo Afora      12/06/16 às 17h26

No início da madrugada de domingo (12), um homem armado invadiu uma boate em Orlando, na Flórida e fez vários reféns. Durante o ataque, ele matou 50 pessoas e deixou outras 53 feridas. Identificado como Omar Mateen, o atirador foi morto pela polícia por volta das 5h da manhã.

Logo no início do ataque, as primeiras reações de quem estava na boate Pulse ou nos arreadores começaram a aparecer na internet e hoje, com as primeiras notícias sobre o crime, as reações de grupos sociais, celebridades e autoridades também começaram aparecer.

Acompanha algumas das reações à chocante tragédia que se tornou o maior atentado por um atirador da história dos Estados Unidos.

Primeiras reações

1

Ainda no começo do ataque, quando as pessoas da boate perceberam a presença do atirador, as reações apareceram nas redes sociais. O perfil da Pulse no Facebook alertou a todos para irem embora imediatamente. Nos comentários do post, as primeiras informações foram aparecendo.

Twitter

2

Com o choque inicial e a busca por informações, famílias, amigos e jornalistas buscavam entrar em contato com as vítimas ou pessoas nos arredores da boate para tentar entender o caso. No Twitter, as primeiras informações foram sendo divulgadas. Um jornalista chegou a divulgar uma última mensagem de um jovem que estava na boate para a mãe com os dizeres: 'Eu te amo, ele vai nos matar'.

Desespero dos sobreviventes

Nightclub Shooting Florida (1)

Quem conseguiu se esconder do atirador ainda dentro da boate, usou a internet para pedir ajuda às autoridades. Pessoas relatavam estarem escondidas em banheiros ou vestiários dentro da boate. Os sobreviventes ainda contaram que havia muito sangue por todos os lados e o assassino ria enquanto atirava nas pessoas.

Comunidade LGBT

Ckwm4azUoAA9sCr

Por se tratar de uma boate voltada para o público gay, a comunidade LGBT rapidamente passou a se movimentar para tentar ajudar os sobreviventes e chamar a atenção para a causa. Em junho, o mês do orgulho gay está sendo celebrado nos Estados Unidos.

Celebridades

Sem título

Várias celebridades também usaram a internet para demonstrar tristeza e solidariedade às vitimas e às famílias. As reações das celebridades assumidamente homossexuais como Ricky Martin, Lance Bass, Ellen DeGeneres e Adam Lambart emocionaram.

Doações e solidariedade

Ckwy4JeXAAAlxpk

Em razão do alto número de vítimas feridas sobreviventes, os hospitais de Orlando buscam doações de sangue e colaborações em toda a região. Rapidamente as filas nos bancos de sangue cresceram e passaram a tomar as ruas e quarteirões.

Comunidade Islâmica

Nightclub Shooting Florida

Em razão das primeiras informações sobre o atirador apontarem suas ligações e simpatias com o Estado Islâmico, a comunidade rapidamente se pronunciou sobre o crime. Rasha Mubarak, representate islâmico em Orlando, fez um pronunciamento público onde condenou o ataque, que classificou como monstruoso.

Presidente Obama

https-%2F%2Fblueprint-api-production.s3.amazonaws.com%2Fuploads%2Fcard%2Fimage%2F113735%2F4b8b1aa0555d4700bc1e19c3421be78c

Naturalmente, o maior tiroteio em massa das histórias dos Estados Unidos iria provocar uma reação da autoridade máxima do país, o presidente Barack Obama. Em pronunciamento, Obama declarou que o ato devia ser classificado como de terror e ódio e deve ser condenado. "E como os americanos estamos unidos em luto", declarou o presidente.

Próxima Matéria
PH Mota
Jornalista que é um encontro Monty Python e A Praça É Nossa.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+