• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Conheça a CoronaCoin, a criptomoeda que valoriza com as mortes pelo Coronavírus

POR Diogo Quiareli    EM Ciência e Tecnologia      09/03/20 às 15h48

Um grupo de desenvolvedores criou uma criptomoeda um tanto controversa e estranha. Isso porque ela rastreia a propagação do coronavírus. A criptomoeda aumenta em valor, à medida que o número de pessoas infectadas aumenta e mais mortes são registradas como resultados. Essa é o CroronaCoin (NCOV). Trata-se de um novo token construído no blockhain, Etherium. A moeda foi criada por uma equipe de programadores e ativistas no 4Chan. Esse é um fórum online que deu ao mundo, o coletivo de hackers Anonymous e várias outras coisas.

O suprimento do CoronaCoin foi baseado na população humana total no mundo, no momento do início do token. Essa era de 7.604.953.650 pessoas. No entanto, a cada 48 horas, esse token é queimado para reduzir o suprimento de acordo com o número oficial de infecções e mortes causadas pelo coronavírus. Quanto mais pessoas sucumbem ao vírus, mais suprimentos são queimados. Com isso, mais valiosos se tornam os tokens. A notícia dessa moeda chamou a atenção de pessoas do mundo inteiro, que voltaram seus olhos rapidamente. Confira conosco mais informações, sobre essa a criptomoeda CoronaCoin. Aproveite para compartilhar com seus amigos, desde já.

CoronaCoin, a criptomoeda que valoriza com as mortes causadas pelo Coronavírus

"Desenvolvemos o primeiro blockhain do mundo que rastreia a propagação do vírus, com base no seu fornecimento de tokens. O fornecimento desses tokens começou em 7,6 bilhões. É queimado a cada dois dias para acompanhar as estatísticas da Organização Mundial de Saúde". Essa foi uma declaração feita por Sunny Decemp, administrador do grupo Telegram da CoronaCoin. "O benefício de documentar a propagação do vírus no blockhain Ethereum é que ele é sem censura. As pessoas por trás do grande firewall podem visualizar as estatísticas reais de mortes. Com isso, verificam nosso contrato de token no Etherscan.io", completou.

O grupo baseia uma criptomoeda, na pior crise de saúde que a humanidade enfrentou, nos últimos anos. No entanto, é, sem dúvidas, considerado controverso por muitas pessoas. Mas o grupo por trás da CoronaCoin afirma que o seu principal objetivo é espalhar conscientização sobre o coronavírus. Além disso, arrecadar fundos para lutar contra ele. Uma parte, desses fundos, será doada à Cruz Vermelha, para combater o vírus.

"Uma parte dos recursos arrecadados será destinado à caridade. Este é o nosso objetivo. Queremos conscientizar e ajudar a combater o vírus. Por exemplo, estamos atualmente conversando com um bioquímico que está trabalhando para desenvolver medicamentos para combater o vírus. Esses são os tipos de parcerias que queremos construir", disse Kemp. os proprietários da CoronaCoin possuem uma visão diferente da de seus criadores. Alguns já até sugeriram aumentar artificialmente o número de infecções por coronavírus. Isso ou incentivar a propagação real do vírus, tudo para aumentar o valor do token.

E aí, o que você achou do desenvolvimento dessa criptomoeda? Comente então pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos.

Próxima Matéria
Diogo Quiareli
Geminiano, 26 anos, goiano. Amante de música pop, fã de Katy e Luan.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+