icone menu


Conheça a história de Bass Reeves, o Django da vida real

POR Erik Ely    EM História      30/07/20 às 12h05
capa do post Conheça a história de Bass Reeves, o Django da vida real

Em vida, Bass Reeves, o Django da vida real, foi um cowboy negro que prendeu mais de três mil foras da lei no Velho Oeste dos Estados Unidos. Dessa forma, Bass fez história ao se tornar um dos primeiros delegados negros do país. Além disso, Reeves também matou outras 14 pessoas e jamais levou um tiro sequer. Por fim, o xerife acabou falecendo de causas naturais em 1920, aos 72 anos. Porém, até esse momento, muita coisa aconteceu na vida de Bass.

Em 1875, Bass Reeves se tornou um dos primeiros delegados negros dos Estados Unidos e o primeiro da região. Mas, para chegar até aí, o caminho não foi nada fácil. Reeves nasceu em 1838, no estado de Arkansas, no sul do país. Seu nome veio de seu avô, Basse Washington, que foi escravizado, e seu sobrenome, de seu senhor, George Reeves. Tendo nascido escravo, Reeves se tornou companheiro pessoal do filho de George, William Reeves. Isso porque, o jovem Bass era um homem imponente e alto, com 1,83 metros, além de muito bem-humorado.

Ele prendeu mais de 3 mil foras da lei

Em 1846, a família Reeves se mudou para o Condado de Grayson, no Texas. E claro, levou Bass, sua família e outros escravos consigo. Na época, a Guerra Civil estourou e George Reeves entrou em batalha. Com isso, Bass foi obrigado à o acompanhar, mas, durante o conflito, os dois se separaram. Em algumas versões da história, Bass fugiu após brigar com George, em outras, ele estava em busca de liberdade. De toda forma, Bass fugiu e acabou indo viver entre os povos indígenas das tribos Creek, Seminole e Cherokee.

Convivendo com os povos indígenas, Bass aprendeu bastante sobre o conhecimento nativo. Desse modo, ele se tornou fluente na língua das tribos e se aprendeu a sobreviver naquele ambiente. Posteriormente, sua experiência na tribo seria de grande importância para sua vida como delegado. Além disso, ele também se aprimorou no uso de armas de fogo e nas habilidades de rastreamento.

Como ele se tornou delegado naquela época?

Em 1865, a Décima Terceira Emenda fez com que Bass se tornasse um homem livre. Em seguida, ele deixou a vida na tribo e comprou terras próximas a Van Buren, em Arkansas. Depois disso, Bass se casou com Nellie Jennie e teve 10 filhos, cinco meninos e cinco meninas. Por muito tempo, Bass foi um agricultor em sua fazenda, mas tudo mudou quando suas habilidades foram percebidas.

Naquela época, a região era conhecida por ser frequentada por ladrões e assassinos. Por isso, uma vez que as autoridades descobriram que Bass podia falar com os nativos e era muito bom com armas, ele logo foi recrutado. Sua missão era "limpar" a região e, podemos falar que Bass a fez melhor do que ninguém. "Talvez a lei não seja perfeita, mas é a única que conseguimos, e sem ela conseguimos nada", afirmava Bass.

No cinema, Quentin Tarantino ficou conhecido por brincar com diversos momentos da história. Assim, podemos citar "Bastardos Inglórios" (2009) e a Alemanha de Hitler, além de também, "Os Oito Odiados" (2015) e a Guerra Civil Americana. Dito isso, não seria diferente com o personagem Django, de "Django Livre" (2013), uma vez que muitos elementos da história se assemelham a vida de Bass Reeves. Além de Django, a vida de Bass também inspirou o personagem Sam Chisolm, interpretado por Denzel Washington, de "Sete Homens e um Destino" (2016), e outros inúmeros personagens.


Ei Fatos, não deixe de conferir:

A câmera das meninas desaparecidas revela fotos arrepiantes e sem explicação

Próxima Matéria
avatar Erik Ely
Erik Ely
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.

Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+