Conheça a história de Nakano Takeko, a samurai que ordenou a própria decapitação

POR Erik Ely    EM História      05/05/20 às 12h23
capa do post Conheça a história de Nakano Takeko, a samurai que ordenou a própria decapitação

Lutando junto com outras guerreiras samurai, Nakano Takeko se destacou na Guerra de Boshin. No entanto, durante uma das batalhas do conflito, a samurai foi atingida por um golpe fatal e precisou  ordenar a própria decapitação.

Ao longo do século 19, o Japão manteve uma de suas maiores tradições, os samurais. Sendo guerreiros detentores da força e da honra inigualáveis, essas figuras foram bastante retratadas na cultura popular. Entretanto, pouco do que assistimos ou lemos realmente consegue retratar como, de fato, era ser um samurai.

Samurais são guerreiros que possuem tradições únicas

Independente do que vimos em filmes ou livros, os samurais foram muito mais do que vemos nas telonas. Eles eram verdadeiros soldados da nação. Contudo, eles precisavam ser profundamente ligados à sua cultura e ao mandante do país. Para se ter uma ideia, eles chegavam a jurar sua vida própria vida pela causa. E essa foi a motivação que fez com que Nakano Takeko ordenasse a própria decapitação. Sendo extremamente forte e determinada, ela ficou marcada na história japonesa como uma das samurais de maior honra de sua época.

Nascida em 1847, na cidade de Edo, hoje, sua cidade natal equivale ao território de Tóquio. Nakano Takeko foi a filha primogênita do oficial Aizu e o samurai Nakano Heinai. Depois disso, o casal teve mais dois filhos e assim, a jovem cresceu nesse ambiente familiar. Depois disso, Nakano, ainda pequena, começou a estudar aos 6 anos de idade. Como parte da tradição do período, ela recebeu durante uma década, ensinamentos sobre artes marciais, artes literárias e caligrafia. Além disso, ela também pôde estudar clássicos confucionistas chineses.

Em pouco tempo, Nakano foi adotada por seu professor, o sábio Akaoka Daisuke. Bem com seu pai adotivo, a jovem começou a dar aulas na escola onde estudava. Desse modo, podia transmitir todo seu conhecimento para crianças mais jovens. Uma vez certificada em artes marciais, Nakano passou a dar aulas sobre naginata, uma arma branca japonesa. Na época, a jovem viajou até Osaka com seu mestre, mas acabou voltando a Edo quando fugiu de um casamento arranjado.

O nascimento e a morte de uma guerreira samurai

Em 1868, Nakano pôde colocar os pés em Aizu pela primeira vez, onde começou a trabalhar como instrutora de naginata. Durante esse período, Nakano deu aulas para mulheres e crianças no castelo de Aizuwakamatsu. Contudo, ainda no mesmo ano, Nakano acabou se envolvendo na Guerra de Boshin, onde lutou ao lado de outras guerreiras samurai.

No conflito, Nakano lutou em defesa do sh?gun Tokugawa Yoshinobu e se destacou pelo uso de uma arma branca. Enquanto isso, seus rivais empunhavam pistolas e, mesmo assim, não conseguiam acerta-la. Juntamente com suas companheiras do grupo conhecido como J?shitai, o exército feminino, entraram no campo de batalha de forma autônoma. Porém mesmo subestimadas, impressionaram por sua forma de combate.

Em determinado momento do conflito, o exército adversário decidiu cessar fogo ao ver que se tratava de mulheres. No entanto, antes que o inimigos pudessem reagir, as J?shitai já haviam deixado centenas de mortos. Mas, em determinado momento do combate, Nakano foi atingida por um tiro de uma espingarda após matar cinco guerreiros. Sendo orgulhosa, ela temia que os inimigos a levassem como um troféu de batalha. Por isso, no mesmo momento, ordenou que a sua irmã, Y?koque fosse decapitada. Depois do conflito, Y?ko levou a cabeça de sua irmã até o tempo H?kai da família. Desse modo, a grande samurai pode descansar em casa novamente.


Ei Fatos, não deixe de conferir:

2 SINAIS QUE FALTAM PARA JESUS VOLTAR - E SE FOR VERDADE

Próxima Matéria
avatar Erik Ely
Erik Ely
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.

Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+