• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Conheça a nova e polêmica função da Netflix

POR Bruno Dias    EM Entretenimento      31/10/19 às 19h50

Antigamente, a televisão era o meio de comunicação mais influente e onde as pessoas se informavam e se divertiam no dia a dia. Mas, com o advento dos computadores e da internet, a TV foi ficando meio de lado. Por outro lado, a internet foi cada vez mais tomando o lugar de líder no fornecimento de informação e entretenimento.

Plataformas de conteúdo, como o YouTube, se tornaram praticamente "a televisão" das gerações mais jovens, já que o conteúdo, desejado por todos, está ali disponível para quem quiser, na hora que quiser. Do mesmo modo, além dele, plataformas de streaming também ganharam muita força nos últimos anos. Quem se imagina hoje, sem ter Netflix? A plataforma de streaming tem mais de 100 milhões de assinantes e tem seu catálogo com filmes, séries, documentários e produções originais dos mais variados gêneros.

Desde o seu lançamento como serviço de streaming, em 2007, ela só cresceu. E agora, a Netflix tem sido alvo de críticas dos cineastas pela nova função. Ela dá aos usuários a possibilidade de acelerar ou deixar mais lento os programas e filmes.

Função

Essa função ainda está em teste e deixa os usuários assistirem seus programas na velocidade que acharem melhor. Um dos diretores que reclamaram da função foi Brad Bird, de Os Incríveis, e Judd Apatow, de Ligeiramente Grávidos.

O criador da série original da Netflix, Love, também não gostou da função e a chamou de "ridícula e ofensiva".

As velocidades que os espectadores podem assistir os filmes e séries varia entre 50% mais lenta que a velocidade normal, e uma vez e meia mais rápida. Quem tem essa função disponível são os usuários que acessam a plataforma, usando o sistema Android.

De acordo com Bird, essa função será mais uma "pancada na já combalida experiência do cinema". E Peter Ramsey, que codirigiu Homem Aranha: no Universo Aranha, acrescentou algo na discussão. "Será que tudo deve ser projetado para os mais preguiçosos e com menos bom gosto?".

Além de diretores, os atores também reclamaram. Entre eles, Aaron Paul, da série Breaking Bad, que disse que a função "assume completamente o controle da arte dos outros e a destrói".

Keela Robinson, vice-presidente da Netflix, disse em comunicado: "Nós testamos regularmente novas funções que podem melhorar a Netflix".

"O último teste gerou uma grande quantidade de reações — tanto a favor, quanto contra. Esse é apenas um teste para plataformas móveis e dá às pessoas a capacidade de variar a velocidade, com que assistem em celulares ou tablets".

"É uma ferramenta que há bastante tempo está disponível em aparelhos de DVD — e vem sendo frequentemente solicitada por nossos membros. Por exemplo, pessoas que querem reassistir sua cena favorita, ou ir mais devagar, porque é um filme de língua estrangeira".

Melhoria

Essa função pode agradar aqueles usuários que têm uma grande lista de filmes para assistir e pouco tempo para vê-los. Além disso, o Google Chrome já tem ferramentas, que dão aos usuários a possibilidade de acelerar o conteúdo da Netflix. E o YouTube também oferece a possibilidade de se usufruir de várias velocidades.

Analogamente, existe também um especialista em eficiência, que mostra como assistir esses conteúdos, em uma velocidade mais rápida. Mas ainda aproveitando o melhor possível.

"Mais piadas, mais risadas, mais drama, mais suspense, mesmo tempo. Eficiência: como uma linha de montagem, se aumentamos a velocidade da linha, veremos mais coisas serem completadas", explicou Michael Kirk, criador do site Eficiência é Tudo.

"As mesmas piadas, o mesmo enredo, 10% mais rápido. Você não notará a diferença", ressalta.

Segundo a vice-presidente da Netflix, a empresa tem levado em conta as opiniões dos criadores de conteúdo. E por essa razão, não colocou os testes nas televisões.

"A empresa não tem planos de lançar essas ferramentas no curto prazo", ela acrescentou. "E se vamos introduzir esses mecanismos para todos em algum momento, dependerá do feedback que recebermos", concluiu.

Próxima Matéria
Via   BBC  
Imagens BBC
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+