• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Conheça a causa dessas grandes ''zonas mortas'' espalhadas pelo mundo

POR Diogo Quiareli    EM Natureza      22/01/19 às 16h53

Mais de 16 mil usinas de dessalinização em várias regiões do mundo reproduzem constantemente mais lama tóxica do que água doce. Isso foi apontado por uma das primeiras investigações em larga escala, feito nos resíduos gerados pelas indústrias. Os resultados obtidos mostram que para cada litro de água doce extraído do mar ou de fontes de água salobra, um litro e meio de lama é despejado no oceano ou em outras partes da Terra. A substância em demasia salgada é ainda mais tóxica por causa dos produtos químicos comumente usados no processo de dessalinização, como cobre e cloro.

As dimensões dessa poluição são absurdas: 50.000 milhões de metros cúbicos por ano. Esse volume é suficiente para cobrir, com uma camada de 30 centímetros, a Inglaterra e o País de Gales ou ainda o estado da Flórida. Mais da metade de toda a salmoura mundial vem de apenas quatro países, sendo eles: Arábia Saudita, Emirados Árabes, Kuwait e Catar. A maior parte da salmoura retorna para o meio ambiente, principalmente para os oceanos. O sal aumenta a temperatura das águas costeiras, provocando uma diminuição da quantidade de oxigênio. "É duro para os organismos aquáticos respirar nessas condições, precisam de oxigênio para sobreviver", disse um dos autores da pesquisa, Manzoor Qadir, do Instituto Água, Meio Ambiente e Saúde da Universidade da ONU Ontário, Canadá.

As condições podem criar nos oceanos o que conhecemos como "zonas mortas". Essas são as áreas afetadas pela poluição da atividade humana, onde a vida marinha está quase completamente extinta. No ano de 2018, a zona morta do Golfo do México alcançou um tamanho recorde: 21.200 quilômetros. Em 1960, a mesma área tornou-se a primeira zona morta descoberta. Nos últimos anos, uma área desse tipo foi descoberta na Baía de Bengala, no Oceano Índico. Essa ocupava uma área de 60 mil quilômetros quadrados, o que é mais do que o território da Costa Rica.

Sua concentração de oxigênio é criticamente baixa, assim criando condições para o desaparecimento de organismos. Outra zona morta conhecida fica no Mar da Arábia e cobre uma área de aproximadamente 165 mil quilômetros quadrados. No geral, o volume de água doce do mundo está em declínio. Cerca de 7% da população mundial terá em média 20% menos água fresca à sua disposição, segundo o Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.

Próxima Matéria
Via   Actualidad  
Diogo Quiareli
Geminiano, 24 anos, goiano.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+