• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Conheça a comunidade secreta de pessoas que se consideram "sereias" de verdade

POR Lucas Curado    EM Entretenimento      01/11/17 às 18h25

Será que sereias existem?  Bom, aparentemente sim! Um grupo nos Estados Unidos e outros lugares do mundo estão aderindo a um estilo de vida um tanto quanto alternativo. Essas pessoas estão se identificando como sereias. Sim, com grandes de peixe e tudo mais! Elas se juntam em piscinas, lagos e no mar para passarem o dia nadando por aí. Muito mais que isso, elas imergem não só na água, mas na fantasia e na magia desses seres mitológicos. Adotando mernames (nome de sereia) e usando suas longas caudas, essas pessoas realmente acreditam que são sereias de verdade. Sendo reais ou não, com certeza é um jeito de levar a vida de uma forma bem interessante.

Se você é fã da Pequena Sereia e desses seres fantásticos essa matéria foi feita pra você. Quem sabe você não decide usar uma cauda e curtir umas ondas no litoral ou na piscina do seu quintal? Fatos Desconhecidos traz uma matéria sobre as sereias da vida real.

A comunidade

Acredite ou não, existe uma comunidade de sereias crescendo nos Estados Unidos. Obviamente não são sereias reais e sim pessoas que se identificam como esses seres místicos. Merfolk (Povo-sereia) é o nome que muitas pessoas da comunidade adotam para referir a eles mesmos.

Esse pessoal leva um estilo de vida muito ligado a água e ao mar e chegam a gastar até 3.500 dólares em "rabos de peixe" feitas de silicone para nadarem por aí. Demora em torno de um ano para criar um desses "rabos decorados". Existe uma comunidade de sereias "profissionais"que se comunicam através do que eles chamam de Mernetwork. A Mernetwork é basicamente um fórum online onde essa comunidade se reúne para discutir atividades e possíveis eventos em conjunto.

A Sereia Cyanea

Quando Caitlin Nielsen era criança, ela sonhava em ser uma sereia. Todos riram da escolha dela mas mesmo assim ela seguiu seu sonho. Caitlin adotou o nome 'Cyanea' para ser uma sereia. Ela concentrou-se em ganhar a vida com sua arte. Isso foi logo depois dela ter se demitido de seu trabalho. Aos 32 anos de idade, a sereia Cyanea curte a vida nadando e postando fotos e vídeos de suas atividades para seus seguidores nas redes sociais.

Estilo de vida

Ed tem 24 anos de idade e se identifica como não-binário e assexuado. Sempre sofreu de ansiedade social e questões quanto sua sexualidade. Uma coisa que ajudou bastante a lidar com esses dilemas foi ter optado por se tornar uma Merperson. Ed comenta que ele continua sendo ele mesmo, mas agora se sente muito mais confortável quanto a si mesmo.

O mesmo aconteceu com Tessie, que esta estudando para ser da polícia ambiental. Ao invés de ser motivada por filmes de Walt Disney, ela despertou esse lado fantástico nas Filipinas. Quando estava por lá, ela se inscreveu para um curso de "sereísmo" e se apaixonou pelo universo. Ela conta superou a insegurança que tinha quanto a seu corpo e encontrou um novo hobbie para si.

Responsabilidade Ambiental

Apesar de parecer um pouco estranho a primeira vista, muitas dessas pessoas tem esse estilo de vida para passar uma mensagem muito importante: a preservação dos oceanos e da vida marinha. Caitlin não é só uma sereia profissional mas também uma bióloga formada. Usando de sua cauda colorida, ela ensina várias pessoas sobre a importância de preservar o meio ambiente aquático.

E aí, o que você achou dessa matéria? O que você faria se você visse uma sereia nadando perto de você? Deixe seu comentário aí embaixo e até a próxima!

 

Próxima Matéria
Via   barcroft     dailymail  
Lucas Curado
Não só redator... Como também músico e compositor. Amante de um bom humor ácido e memes.
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+