Conheça a estranha aranha que alimenta seus filhotes com leite

POR Bruno Dias    EM Curiosidades      03/12/18 às 14h39
foto de destaque

Quando pensamos em uma fêmea que alimenta seus filhotes com leite, com certeza, imaginamos algum mamífero. Mas segundo um novo estudo, essa aranha alimenta seus filhotes com leite o que pode fazer com que as pessoas tenham uma outra compreensão dos invertebrados.

Prover comida para os seus filhotes é uma coisa que todos os animais fazem, seja na forma que for, desde regurgitação ou até, em casos extremos, sua própria carne. No caso do leite, ele é atribuído de forma errada somente aos mamíferos, pois outros animais que não são mamíferos, até mesmo os invertebrados, também conseguem produzir secreções parecidas ao leite. O estudo feito nos mostra que as aranhas podem produzir esse leite por muito tempo.

"Isso levanta questões interessantes sobre porque isso acontece em primeiro lugar", disse Nathan Morehouse, professor assistente da Universidade de Cincinnati que não estava envolvido no estudo. "Por que essas aranhas estão agindo como crianças de faculdade voltando para casa para morar com os pais?", conclui.

Invertebrados

A imagem que os invertebrados passam é de que eles apenas se reproduzem e é isso, mas as aranhas cuidam de seus filhotes de várias maneiras como por exemplo, algumas guardam os ovos, outras regurgitam os alimentos ou colocam ovos não fertilizados para que os filhotes possam se alimentar. Já as aranhas saltadoras, as que dão leite aos filhotes, têm um caso de cuidado com os filhotes diferente.

Os pesquisadores d Academia Chinesa de Ciências, que fizeram o estudo, já sabiam que o Toxeus magnus, aranhas saltadoras, criavam ninhos e se perguntaram se elas davam um cuidado parental duradouro, então eles foram observar essas aranhas. Eles notaram que os filhotes não saíam do ninho antes de 21 dias de vida, e a mãe não tinha sido observada levando comida enquanto as aranhas cresciam.

Eles viram a mãe secretando um líquido da parte superior do abdômen no ninho e os filhotes se alimentaram disso. Uma semana depois, os filhotes sugavam o leite direto da mãe. E por mais que eles pudessem sair do ninho e se alimentar por conta própria depois de 20 dias, eles continuaram no ninho e se alimentando do leite por mais 18 dias.

Importância

Para saber da importância do leite, os pesquisadores tamparam as glândulas mamárias e os filhotes morreram em 10 dias. E quando a mãe foi tirada do ninho depois de 20 dias, a taxa de sobrevivência também caiu e o tamanho dos filhotes foi comprometido.

Além de aranhas, os cientistas já tinham visto outros animais produzindo secreções parecidas com o leite antes como pombos, baratas e moscas tsé-tsé. Esses animais também dão um cuidado maior aos seus filhotes. "A produção de sistema semelhante ao leite pode ter evoluído mais vezes nos sistemas de invertebrados do que nos vertebrados", disse Joshua Benoit, também professor assistente da Universidade de Cincinnati e que não esteve envolvido no estudo.

Com esse estudo, podemos ver que a produção de leite não é exclusiva dos mamíferos e que o cuidado com os filhotes também não. Para Morehouse, é hora de procurar mais exemplos nos invertebrados que produzem leite. "A mensagem para mim é que este estudo perfura o caráter especial dos mamíferos", conclui.


Ei Fatos, não deixe de conferir:

2 SINAIS QUE FALTAM PARA JESUS VOLTAR - E SE FOR VERDADE

Próxima Matéria
Via   Gizmodo  
avatar Bruno Dias
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.

Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+