• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Conheça a música que diminui 65% do estresse segundo os cientistas

POR Diogo Quiareli    EM Curiosidades      17/11/16 às 11h32

A música tem grande influência na nossa vida em todos os sentidos. Costumamos ouvir diferentes tipos de músicas para as mais diversas situações do nosso dia-a-dia, e isso não é novidade para ninguém. Alguns gostam de uma batida eletrônica para festejar e dançar com os amigos, outros já preferem ficar em casa ao som do clássico Beethoven e relaxar um pouco, sozinho e sem conturbações .

Relacionamos as músicas com determinadas fases de nossas vidas, lembramos de algumas pessoa ou lugares ao escutarmos algumas e também alteramos nosso humor com outras. Um grupo de neurocientistas realizou um estudou para analisar o nível de ansiedade das pessoas ao ouvirem a música "Weightless - Marconi Union" e perceberam que a música amenizava pelo menos 65% da ansiedade de quem a ouvia.

A melodia foi criada em conjunto de alguns terapeutas afim de alcançar a harmonia e um ritmo calmo para as pessoas. Esse som tem o poder de diminuir a pressão arterial, reduzir a pulsação e o nível de cortisol (hormônio do estresse). A música é uma boa escolha para você que chegou em casa em plena quinta-feira, exausto, ainda lembrando que a semana não acabou. Ela com certeza irá ajudar com que você relaxe, deixe de lado esse pensamento cansado e fará com que seu estresse saia (pelo menos parte dele, que já é um bom começo).

Pensando nisso, nós aqui do Ultra Curioso trouxemos para vocês essa melodia capaz de acalmar e melhorar o seu estilo de vida. Acompanhe com a gente e faça você mesmo o teste, ouça com seus fones de ouvidos em um lugar calmo onde se possa relaxar e conte pra gente depois qual foi a sensação. Confiram.

Marconi Union - Weightless

E aí, o que achou da música? Ela realmente acalma os nervos? Conta pra gente aí.

Próxima Matéria
Via   ADME  
Imagens Concubras
Diogo Quiareli
Geminiano, 25 anos, goiano.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+