icone menu logo logo-fatosnerd.png


Conheça o filme de terror criado com a ajuda de um serial killer de verdade

POR Letícia Dias    EM Fatos Nerd      20/04/20 às 14h22
capa do post Conheça o filme de terror criado com a ajuda de um serial killer de verdade

Em 1995, foi lançado Deadly Run, um filme de terror que nem chegou a se classificar entre os mais notáveis do gênero. Em suma, o longa apresenta a história de Bobby Wilson, um corretor de imóveis muito respeitado em Atlanta. Embora aos olhos do mundo Wilson passe a imagem de um homem de negócios bem sucedido e pai de família, ele possui um grande segredo. Cerca de trezentos quilômetros ao norte, ele possui uma cabana para a qual ele costuma voar de avião levando mulheres que sequestra. Chegando lá, ele solta as vítimas e começa uma caçada, excitante para ele e mortal para elas. Bom, esse parece apenas o enredo de mais um filme comum de terror. Surpreendentemente, realmente seria isso, se não fosse a história por trás da produção.

Acontece que, Deadly Run é resultado de uma colaboração entre Samuel Rael e Gary Michael Hilton. Enquanto o primeiro é um produtor de cinema, o segundo, mais tarde, seria preso e acusado de assassinar várias mulheres. Logo, esse filme passou a ser visto como uma projeção dos crimes de Hilton. Embora o mesmo nunca tenha chegado a ter seu nome creditado no longa, de acordo com uma entrevista de Rael, foi ideia de Hilton "colocar algumas mulheres bonitas na floresta e depois caçá-las como presas". Inclusive, outro detalhe sinistro é que Hilton foi o responsável por selecionar o elenco e profissionais que trabalhariam no filme; além de também encontrar uma cabana remota, cenário mais importante da produção.

Segundo o CNN, John Bankhead, porta-voz do Departamento de Investigação da Geórgia, disse que as autoridades estavam interessadas em contatar Rael e interrogá-lo sobre a conexão de Hilton com o filme. Existe a possibilidade de algumas sugestões de Hilton para o filme coincidirem com seus crimes na vida real.

O Serial Killer da Floresta Nacional

Em janeiro de 2008, Gary Hilton confessou ter matado Meredith Emerson. No entanto, após a conclusão desse julgamento, as autoridades da Geórgia, Carolina do Norte e Flórida encontraram uma trilha de corpos com evidências que se encaixavam no modus operandi de Hilton - sequestro e assassinato em parques nacionais e outros lugares ao ar livre. Posteriormente, Hilton foi julgado e condenado por três assassinatos adicionais: Cheryl Dunlap, John Bryant e Irene Bryant. No entanto, acredita-se que existam outras possíveis vítimas. Atualmente, Hilton é conhecido como o Serial Killer da Floresta Nacional.

E então, já assistiu Deadly Run? Já tinha ouvido falar de Gary Hilton? Conhecia essa história? Compartilhe sua opinião com a gente.


Próxima Matéria
Via   CNN     Greelane  
Imagens SG Kobo
avatar Letícia Dias
Letícia Dias
Trabalhando pra falar de super-heróis, filmes e séries em tempo integral | @letdiax
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest