icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


Conheça o mistério do navio 'fantasma' que apareceu na costa da Irlanda após uma tempestade

POR Erik Ely EM Curiosidades 15/03/20 às 22h09

capa do post Conheça o mistério do navio

Recentemente, um navio 'fantasma' apareceu na costa da Irlanda, após uma tempestade. Entretanto, esse seria apenas mais um dia normal, se o navio não tivesse ficado à deriva por mais de um ano. Dessa forma, ele percorreu milhares de quilômetros no Oceano Atlântico, desde que foi abandonado no sudeste das Bermudas, em 2018.

Com a tripulação tendo abandonado o barco, ele foi encontrado em meio às rochas de uma vila de pescadores, em Ballycotton, por uma pessoa que passava pelo local. No entanto, para o navio ter aparecido na costa dessa forma, muitos levantaram a possibilidade de ser mal assombrado. Mas será que isso é mesmo verdade?

O curioso caso do navio sem tripulação

De acordo John Tattan, gerente de operações da Royal National Institution (RNLI), essa "é uma chance em um milhão". E ao longo de todo seu tempo na instituição, ele "nunca havia visto nada desta forma em termos de abandono".

Construído em 1976, o navio possui o nome de Alta e teve uma série de proprietários e nomes. Contudo, mais recentemente, ele navegava com a bandeira da Tanzânia. Portanto, autoridades de vários países sabiam que a embarcação estava à deriva no oceano. Dessa forma, ela tinha sido vista, pela última vez, em setembro de 2019, por um navio da Marinha Real Britânica. No entanto, sua saga começou muito antes.

Para chegar até a Irlanda, a embarcação começou sua jornada em setembro de 2018. Na época, ele navegava da Grécia para o Haiti, ainda com tripulação a bordo. Mas problemas não identificados levaram a uma queda de energia na embarcação. Com isso, o Alta ficou à deriva em alto mar por 20 dias, a cerca de 2,1 mil quilômetros a sudoeste das Bermudas, segundo a Guarda Costeira dos Estados Unidos. Além disso, ela também estava ciente de da situação durante todo o tempo.

Por que o navio foi abandonado?

Como restavam apenas dois dias de comida a bordo para a tripulação, a autoridade americana lançou comida e outros suprimentos por meio de uma aeronave. Em seguida, quando um furacão se aproximou, eles decidiram resgatar os 10 tripulantes do navio avariado e levá-los para Porto Rico. Depois disso, o Alta foi deixado à deriva.

Em geral, navios danificados ou naufragados continuam sendo propriedade e responsabilidade de seus donos. No entanto, caso um navio desse tipo seja considerado perigoso à navegação, as autoridades podem tomar o controle o rebocá-lo. De toda forma, ter um navio à deriva por 18 meses não é nenhum pouco comum. "Houve vários incidentes assim no Mar da Irlanda. Contudo, se não há proprietário, a  Commissioners of Irish Lights se envolve", diz Robert McCabe, diretor de operações costeiras.

Por conta do tempo que ficou em alto-mar, a recuperação do navio poderia ser bem cara. Além disso, ainda há alguns mistérios na história da embarcação que precisam resolvidos. Afinal, quem é o proprietário? E qual era a carga a bordo no momento em que foi abandonada? De fato, essas respostas só poderão ser fornecidas, quando for tomada uma decisão sobre o que fazer com o navio.


Próxima Matéria
Via   BBC  
Imagens BBC
avatar Erik Ely
Erik Ely
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest