• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Conheça o palácio maia que foi encontrado no México

POR Erik Ely    EM Curiosidades      09/01/20 às 21h29

Enquanto descobertas da ciência podem nos surpreender todos os dias, descobrir aquilo que está no passado pode, na maioria das vezes, ser ainda mais surpreendente. Por isso, as descobertas arqueológicas são tão interessantes. Elas são as responsáveis por revelar os mistérios do nosso passado. Pensando nisso, um palácio maia, que foi encontrado no México, vem chamando a atenção de arqueólogos.

Pelo que sabemos, a civilização maia foi uma das mais densamente povoadas e culturalmente dinâmicas do mundo. Contudo, o desaparecimento dessa sociedade ainda permanece um mistério para os historiadores. Mas a descoberta desse palácio no México pode ajudar nesse enigma.

Um palácio perdido no tempo

Recentemente, ruínas de um palácio, encontrado no México, podem remontar ao auge da civilização maia. Para se ter uma ideia, essa sociedade existiu há cerca de mil anos. No entanto, ainda há muito para se aprender sobre a civilização maia. De acordo com arqueólogos, a construção possuía seis metros de altura, 55 metros de comprimento e 15 metros de largura. Além disso, o palácio foi encontrado em um sítio de escavação de Kulubá, no estado de Yucatán, no sul do país. Até o momento, acredita-se que a estrutura maia tenha sido utilizada em períodos muito distintos da história. Com todos datando desde 600 d. C..

Sabemos que a civilização maia foi uma das mais proeminentes culturas americanas pré-colombianas. Para se ter uma ideia, essa sociedade já estava muito "à frente de seu tempo", com tecnologias que se aproximavam dos espanhóis, que colonizaram a região. Dessa forma, eles dominavam a arquitetura e matemática. Além de também possuir um vasto conhecimento em astronomia e de possuir um sistema de escrita tão eficiente, quanto o europeu do mesmo período.

Em seu tempo, a civilização maia chamou a atenção pelo seu alto grau de desenvolvimento. No entanto, quando os europeus chegaram ao continente americano, muito pouco havia sobrado. Inexplicavelmente, esse desaparecimento de toda uma sociedade ainda permanece um mistério, até os dias de hoje. Em seu tempo, a sociedade maia dominava grandes extensões de terras. Atualmente, esses territórios correspondem ao sul do México, Guatemala, Belize e Honduras.

Tudo isso é parte da história maia

Segundo o Instituto Nacional de Antropologia e História (INAH), o palácio foi possivelmente utilizado, em dois períodos da história maia. Basicamente, a primeira vez no período "Clássico" (600-900 d.C.), e depois, no "Pós-Clássico (850-1050 d.C.). Além disso, outras quatro estruturas estão sendo estudadas, na praça central de Kulubá. Além do antigo palácio, um altar, ruínas de duas construções residenciais e uma estrutura redonda, que aparenta ser um fogão, foram encontradas.

Essas descobertas funcionam como um incentivo para o trabalho arqueológico. "Este trabalho é só um começo, mal começamos a escavar uma das estruturas mais volumosas do sítio arqueológico", disse o arqueólogo Alfredo Barrera. No entanto, as condições, em que o palácio foi encontrado, podem dificultar parte da pesquisa. Devido à intensa exposição ao sol e ao vento, é possível que o sítio arqueológico seja danificado. Por conta disso, é provável que o sítio arqueológico de Kulubá seja reflorestado para que o patrimônio seja preservado.

Próxima Matéria
Via   BBC  
Erik Ely
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+