icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


Conheça o vilarejo no Egito que é ainda mais antigo do que as pirâmides de Gizé

POR Diogo Quiareli EM Curiosidades 02/04/20 às 15h30

capa do post Conheça o vilarejo no Egito que é ainda mais antigo do que as pirâmides de Gizé

Existem lugares no mundo onde estão escondidos diversos segredos. Na Grécia, por exemplo, há construções, onde pessoas do mundo inteiro visitam, em busca de respostas sobre o passado. Em Roma, a mesma coisa. No entanto, um dos lugares mais surpreendentes e antigos do mundo é o sítio arqueológico no Egito, que fica no planalto de Gizé. Sim, estamos falando das pirâmides de Gizé. As pirâmides ficam nos arredores do Cairo, no Egito e é um complexo de monumentos antigos com três complexos de pirâmides. Por lá, é possível encontrar também a Grande Esfinge, diversos cemitérios, uma vila operária e um complexo industrial.

As pirâmides recebem centenas de milhares de visitantes do mundo inteiro por ano. Há quem acredite que essas são as construções mais antigas do mundo e há quem defenda que esse lugar, como um todo, é o mais antigo do nosso planeta. Por esse motivo, arqueólogos dedicam suas vidas procurando por evidências disso. No entanto, uma descoberta chocou o mundo. Estudiosos afirmam ter encontrado um vilarejo ainda mais antigo do que as pirâmides de Gizé. Esse então seria o lugar mais antigo do mundo. Buscamos mais informações sobre isso e trouxemos para você, caro leitor. Confira conosco.

Vilarejo mais antigo do que as pirâmides de Gizé

Essa informação chocou pessoas do mundo inteiro. O Ministério das Antiguidades do Egito divulgou que uma expedição fez uma descoberta incrível. Eles teriam encontrado um local extraordinário datado do ano 5000 a.C. e, por lá, existem vestígios de uma aldeia neolítica. Essa antecede o surgimento até mesmo das próprias pirâmides de Gizé em 2,5 mil anos. Esse vilarejo fica em Tell el-Samara, mais ou menos 140 quilômetros do Cairo. De acordo com o arqueólogo responsável pelas escavações, Frederick Geo, este é o vilarejo mais antigo conhecido no Delta do Nilo.

Esse é o local onde o rio forma vários braços, que deságuam no Mar Mediterrâneo. Por lá foram encontradas diversas peças extraordinárias tais como pedra e cerâmica, vários silos de armazenagem onde guardam ossos de animais e vários resíduos de plantas. De acordo com os especialistas, está e uma das provas de que, no lugar, vivia um povo estável há sete mil anos. De acordo com os estudiosos envolvidos na descoberta, as plantações eram feitas com base na chuva da época.

Isso pode ter possibilitado a capacidade de uma agricultura de irrigação em grande escala. No momento, o objetivo maior é compreender como os egípcios mudaram-se para o norte da áfrica, pois é onde desenvolveram as práticas de agricultura sustentável. Essa descoberta poderá revelar muitas coisas sobre o passado no antigo Egito.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comente então pra gente aí embaixo, pois o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento. Aproveite para fazer um tour pelas curiosidades do nosso site.


Próxima Matéria
Via   Tricurioso  
avatar Diogo Quiareli
Diogo Quiareli
Geminiano, 26 anos, goiano. Amante de música pop, fã de Katy e Luan.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest