• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Conheça os crimes mais psicopatas de Pablo Escobar

POR PH Mota    EM Entretenimento      30/09/16 às 15h19

Há anos, Pablo Escobar já era conhecido como um dos maiores traficantes do mundo, mas com a popularidade da série Narcos, da Netflix, o criminoso se tornou ainda mais falado e pessoas que nunca haviam ouvido sobre seus feitos passaram a se interessar sobre sua controversa carreira.

Ao longo da vida, Pablo Emílio Escobar Gaviria, ou Don Pablito como também era conhecido, liderava e coordenava o violento Cartel de Medelin, que veio a se tornar a maior rede de narcotráfico de drogas, tornando o personagem da vida real popular no mundo inteiro, ainda que por motivos bem controversos. Para manter a liderança criminosa, Escobar precisou cometer diversos crimes, incluindo alguns extremamente violentos e chocantes.

Nós separamos alguns dos mais assustadores crimes já cometidos pelo líder do tráfico e você pode conferir aqui, se tiver coragem.

Explosão de avião

1

Em 27 de novembro de 1989, uma aeronave Boeing 727 foi destruída após a explosão de uma bomba durante um voo sobra a Colômbia. A avião que realizava o voo 203 da Avianca foi destruído por ordem de Pablo Escobar. O alvo do atentado era César Gaviria Trujillo, candidato a presidente líder nas pesquisas do país, que não chegou a embarcar no avião. O ataque matou todos os 107 tripulantes e ainda outros três civis que estavam no solo.

Afogamento

2

Quando Escobar descobriu que um de seus funcionários, mais precisamente um garçom, estava roubando objetos em sua fazenda, tomou uma providência drástica. Durante uma festa, mesmo com a presença de todos os seus convidados, o traficante ordenou que os membros do trabalhador fossem amarrados e que ele fosse jogado na piscina. O garçom morreu ali mesmo após alguns minutos.

Assassinato do ministro

3

Quando a ideia de extradição de Escobar começou a circular pelo país, o traficante passou a temer ser enviado para uma prisão nos Estados Unidos. Para evitar isso, ordenou o assassinato de Rodrigo Lara, então Ministro de Justiça. Lara também era o principal opositor aos políticos que estavam na folha de pagamentos do traficante. Depois do crime, Escobar também ordenou que fosse morto o candidato a presidência Luis Carlos Galán, que denunciava abertamente relações com o tráfico.

Atentado em ônibus

4

Quando tentava atingir o general Miguel Maza Márquez, que estava envolvido no processo de legal que visava extraditar Escobar aos Estados Unidos, o traficante ordenou a explosão de um ônibus em frente à sede do Departamento Administrativo de Segurança em Bogotá. O atendado aconteceu em 6 de dezembro de 1989 e deixou cerca de 70 mortos e mais de 600 feridos.

Ataque a jornal

5

O jornal El Espectador era um dos que mais denunciava atividades criminosas de Pablo Escobar. Por causa disso, em 17 de dezembro de 1986, assassinou um dos diretores do jornal, Guillermo Cano. Três anos mais tarde, um carro bomba com 100 kg de dinamite explodiu na sede do veículo, que continuou a funcionar normalmente apesar dos danos, publicando a manchete "Seguimos adiante", no dia seguinte.

Para conseguir as conquistas que obteve no mundo do crime, Escobar não mediu esforços ao enfrentar os seus adversários. Qual desses crimes você acha mais chocante?

Próxima Matéria
PH Mota
Jornalista que é um encontro Monty Python e A Praça É Nossa.
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+