• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Coringa ganha novo visual em HQ

POR Letícia Dias    EM Notícias      02/12/19 às 11h48

Há alguns meses atrás, a DC Comics comunicou que um novo título entraria para sua linha editorial Black Label. Para aqueles que não sabem, a empresa possui esse selo com a finalidade de publicar histórias tradicionais do Universo DC, para um público mais adulto. Assim, além da liberdade para explorar temas mais sombrios, essas publicações são independentes da cronologia oficial das revistas mainstream que circulam. Em suma, é basicamente o que a Warner Bros. tem feito nos cinemas. Basta pensar no DCEU, com filmes como Batman vs Superman, Mulher-Maravilha e Shazam, no plano geral, e Coringa como um segmento individual e restrito a um público específico. Bom, prosseguindo, em junho, a editora anunciou Joker/Harley: Criminal Sanity. A premissa da narrativa giraria em torno da conturbada relação entre Arlequina e Coringa.

Kami Garcia, Mike Mayhew e Mico Suayan garantiram que o casal retornaria às páginas em um ambiente e perspectiva completamente inéditos. Assim, Criminal Sanity acompanha a psiquiatra forense, Harleen Quinzel, na investigação de uma série de assassinatos por Gotham. Diante desse terrível cenário, o principal suspeito é Coringa. Logo, nessa relação entre analista comportamental e assassino em série, vemos os famosos personagens se afastarem do caricato e ganharem um perfil mais sombrio e real. Ao passo que a minissérie contará com um total de nove edições, a primeira publicação chegou introduzindo a funcionalidade desse universo. Embora assuma uma atmosfera mais verossímil, a cidade do Homem-Morcego mantém sua essência.

Logo, o mesmo vale para os personagens. Arlequina, por exemplo, deixa o típico traje preto e vermelho e a maquiagem de lado, e passa a se apoiar no pragmatismo de jeans e jaqueta de couro. No entanto, a psiquiatra não foi a única a receber um visual reformulado. Coringa também entrou nessa onda.

O novo visual do Coringa

Embora estejamos acostumados a ver o Palhaço do Crime vestindo cores que vibrem em comparação com o pretinho básico do Batman, em Criminal Sanity, as coisas são diferentes. Pra começar, roxo e laranja não fazem parte da paleta de cores. Ademais, o clássico terno deu lugar à uma jaqueta de couro e luvas. Quanto ao rosto, ao invés da transformação física oferecida pela queda no tonel de produtos químicos, o rosto do antagonista é coberto por maquiagem. Inclusive, sua caracterização facial evoca o retrato do personagem de Heath Ledger em O Cavaleiro das Trevas. Contraditoriamente, quanto mais próximas as características do personagem se assemelham do real, mais assustador ele se torna.

Por fim, vale lembrar que essas imagens são cortesia da pré-visualização da segunda edição da minissérie. Caso tenha se interessado pela narrativa, já pode encontrar a primeira publicação disponível no site da DC. Posteriormente, a segunda edição estará a venda a partir de 1 janeiro de 2020. E então, vai conferir? Não esqueça de nos dizer o que você achou do visual do Coringa. Gostou da versão serial killer do personagem? E da nova Arlequina? Compartilhe sua opinião com a gente.

Próxima Matéria
Via   CBR  
Imagens DC
Letícia Dias
Trabalhando pra falar de super-heróis, filmes e séries em tempo integral | @letdiax
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+