• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Criador de Breaking Bad revela qual foi a cena mais difícil de escrever

POR Letícia Dias    EM Notícias      26/05/20 às 16h08

Em setembro de 2013, Breaking Bad exibia seu episódio final. Surpreendentemente, apesar de quase sete anos terem se passado desde então, a série continua sendo um sucesso. Além da super positiva repercussão pública, a crítica também utiliza a jornada de Walter White como referência quando se trata de séries de drama. Visto que no decorrer de suas cinco temporadas a produção conseguiu manter a qualidade impecável, essa aclamação é compreensível. Breaking Bad conta com um enredo magistral, desenvolvimento coerente e completo de personagens e assertividade nas decisões técnicas. No entanto, seu maior trunfo foi ter concedido aos telespectadores um final para além de satisfatório, algo que certas séries não podem dizer.

Observando esse contexto de fora, parece que Vince Gilligan, mente por trás da série, sempre teve tudo sob controle. Sendo assim, eis o principal motivo do sucesso de BB. Contudo, engano o nosso pensar que não houveram momentos de tensão nos bastidores. Quanto maior o voo, maior a queda. Logo, Gilligan e sua equipe de roteiristas lidavam com uma constante pressão ocasionada pela expectativa dos fãs. Ao passo que todo o enredo de Braking Bad era minimamente detalhado, não havia a menor possibilidade desse time deixar pontas soltas. Coincidentemente, isso serviu, simultaneamente, como obstáculo e incentivo para o criador da série. Essa informação veio por meio do próprio Gilligan que, recentemente, compartilhou qual foi a cena mais difícil de escrever em Breaking Bad.

O maior desafio de Gilligan em Breaking Bad

Como muito bem pontuado por Amanda Harding, do Showbiz Cheat Sheet, apesar de não ser algo oficial, existe uma regra não escrita sobre narrativas: se uma arma for introduzida no começo de uma história, ela deve sair antes do fim. Em suma, isso significa que uma arma nunca deve ser incluída em um história se não houver um propósito. Tal regra pode ser aplicada em livros, filmes e séries. Bom, Vince Gilligan acabou descobrindo que cumprir essa norma é mais difícil do que parece.

Em Breaking Bad, eventualmente, Walter White acabou adquirindo uma metralhadora. Inicialmente, Gilligan acreditou que com o passar do tempo ele descobriria uma forma de usá-la. Todavia, ele subestimou o problema que isso viria a acarretar. Durante uma entrevista para o CinemaBlend, o showrunner contou que, chegando nos quatro ou cinco episódios finais, seus roteiristas o lembraram que algo deveria ser feito com aquela metralhadora. Apesar de inicialmente ter sentido vontade de apenas ignorar a existência daquela arma, Gilligan acabou encontrando uma maneira de incorporá-la na narrativa e conseguir seu desfecho.

Sabendo que White precisaria lidar com algum grande problema no final, Gilligan decidiu colocar a arma no porta-malas de um carro e apostar em uma cena criativa. "Então, eu não me lembro do momento em que tive essa grande ideia. Me lembro de termos conversado sobre as razões pelas quais se usam uma metralhadora. Não é para matar apenas um cara, é para derrubar várias pessoas. Então, aos poucos nós fomos descobrindo. 'Bom, deve ter uma gangue ali em algum lugar', e os supremacistas brancos liderados por Tio Jack passaram a existir", revelou Gilligan. E assim nasceu a cena do "robô metralhadora" que resolveu o problema com os neonazistas e, de quebra, deu uma utilidade para a tal metralhadora.

Próxima Matéria
Letícia Dias
Trabalhando pra falar de super-heróis, filmes e séries em tempo integral | @letdiax
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+