• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Criador de Game of Thrones explica de onde veio sua inspiração para matar personagens

POR Letícia Dias    EM Notícias      03/12/19 às 10h29

Embora esteja cada vez mais fácil encontrar séries de fantasia medieval e afins, Game of Thrones permanece consolidada como uma referência. É sabido que as temporadas finais, com destaque para a oitava e última, tiveram uma queda qualitativa. No entanto, a genialidade envolta nas primeiras levas  de episódio foi mais que suficiente para preservar o lugar da produção da HBO no coração dos fãs. Aliás, vale lembrar que GOT alcançou seu fim nas telas, mas na versão impressa isso está longe de ser uma realidade. Enquanto os leitores de As Crônicas de Gelo e Fogo aguardam os dois últimos livros da série, George R.R. Martin, a mente genial por trás do universo de Westeros não parece estar com pressa. Na verdade, o autor tem aproveitado esse fim de ano para compartilhar detalhes sobre seu processo criativo.

Durante a cerimônia do Hall da Fama de Nova Jersey, Martin compartilhou sua fonte de inspiração para as mortes presentes em sua obra. Vale lembrar que uma das características mais conhecidas do autor é seu cruel pragmatismo quando se trata de matar personagens. Contudo, por incrível que pareça, o pontapé inicial para as mortes que nos emocionaram e, em certos casos, nos entusiasmaram, foi dado graças à tartarugas. Isso mesmo, você não leu errado. Pequenos e roliços repteis foram os responsáveis por despertar o lado mórbido da criatividade de Martin.

"Eu tinha um castelo de brinquedo que era grande o suficiente para duas tigelas de tartaruga no pátio, então as coloquei lado a lado no meu castelo.  O que aconteceu foi que as tartarugas das lojas de conveniência não vivem muito tempo", explicou o escritor. Assim, com o fim repentino da vida dos bichinhos, Martin passou a elaborar diversos tipos de mortes para os animaizinhos e hoje vemos a evolução desse processo.

O fim de Game of Thrones nos livros

Não é novidade que o fim de Game of Thrones deixou muitos fãs decepcionados. Sendo assim, grande parte do público tem voltado suas expectativas para a conclusão da série de livros. Afinal, enquanto a produção da HBO tinha o material impresso para se basear, a narrativa permanecia impecável. Contudo, como dissemos acima, parece que Martin não está com muita pressa para terminar os livros.

"Não se esqueça que eu estou trabalhando em um meio muito diferente de David e Dan. Eles tinham seis horas para transmitir a temporada final. Eu espero que esses dois últimos livros tenham aproximadamente 3000 páginas divididas entre eles. Se mais capítulos forem necessários, eu adicionarei. Há personagens que nunca apareceram na tela, e outros que morreram no programa mas continuam vivos nos livros. Então, os leitores vão descobrir o que aconteceu com uma infinidade de outros personagens que os espectadores da série nunca tiveram a oportunidade de conhecer. E sim, haverá unicórnios... de alguma forma", disse o autor há alguns meses.

Os últimos dois livros da série de Martin receberam os respectivos títulos: Os Ventos do Inverno e Um Sonho de Primavera (tradução livre). "Eu sei que Ventos do Inverno está muito atrasado, mas vai ser entregue" explicou o autor. Martin preferiu não adiantar a divulgação de uma data de lançamento para não criar e, talvez depois, quebrar algumas expectativas. Por fim, em um último comentário, ele já deixou um aviso para os críticos de plantão. "Que tal isso? Eu escrevo. Vocês leem. Então, todos vão poder discutir sobre isso na internet", concluiu.

Próxima Matéria
Via   CB  
Imagens HBO
Letícia Dias
Trabalhando pra falar de super-heróis, filmes e séries em tempo integral | @letdiax
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+