icone menu logo logo-fatosnerd.png


Criadores de Avatar: A Lenda de Aang abandonam adaptação live-action da Netflix

POR Letícia Dias EM Notícias 12/08/20 às 20h27

capa do post Criadores de Avatar: A Lenda de Aang abandonam adaptação live-action da Netflix

Há dois anos atrás, a Netflix anunciou uma adaptação live-action de Avatar: A Lenda de Aang. Embora a narrativa criada por Michael DiMartino e Bryan Konietzko contasse com uma vastidão de fãs, os mesmos não souberam muito bem como reagir. Acontece que, oito anos antes, a Nickelodeon e a Paramount tentaram adaptar a animação para a grande tela e o resultado foi desastroso. Sendo assim, o receio por parte do público era totalmente compreensível. Contudo, a gigante do streaming lidou com essa incerteza coletiva de forma sagaz. Quase que de forma imediata, a plataforma anunciou a participação dos criadores da série original nesse projeto. Visto que os fãs têm total confiança em DiMartino e Konietzko, essa estratégia funcionou muito bem e acreditamos não haver motivo para preocupação.

Pois bem, enquanto aguardávamos atualizações sobre o projeto acabamos sendo pegos por uma surpresa. E não foi uma das boas. Infelizmente, nesta quarta-feira (12), ambos os criadores anunciaram sua saída da produção. Através de cartas publicadas em suas contas no Instagram, Konietzko e DiMartino demostraram transparência em sua decisão. Ao que tudo indica, o motivo do desacordo foi o famoso "conflito criativo". De acordo com os relatos de ambos, a Netflix não apoiou a visão que eles tinham para a série, descumprindo sua parte no acordo. Como resultado disso, a empresa acabou ficando numa situação não muito agradável com os fãs da franquia.

Logo abaixo você pode conferir a tradução das cartas de DiMartino e Konietzko. Além disso, as publicações originais podem ser acessadas clicando aqui.

Carta de Bryan Konietzko

"[...] Michael DiMartino e eu recentemente decidimos deixar a adaptação live-action da Netflix de Avatar: A Lenda de Aang, a série que ele e eu criamos juntos em 2002. Não teremos nenhum envolvimento no projeto que se segue.

Esta é provavelmente a decisão mais difícil que já tomei. Mas não tenho dúvidas de que foi a escolha absolutamente certa. Quando a Netflix me trouxe a bordo para rodar esta série ao lado de Mike, dois anos atrás, eles fizeram uma promessa pública de apoiar nossa visão. Infelizmente, não houve cumprimento dessa promessa. Embora eu tenha trabalhado com alguns grandes indivíduos, tanto do lado da Netflix quanto de nossa pequena equipe de desenvolvimento, o manuseio geral do projeto criou o que eu considerava um ambiente negativo e sem suporte.

Para ser claro, não foi uma simples questão de não conseguirmos o que queríamos. Mike e eu somos pessoas colaborativas; não precisávamos que todas as ideias viessem de nós. Contanto que sentíssemos que essas idéias estavam alinhadas com o espírito e integridade de Avatar, nós as teríamos abraçado alegremente. No entanto, nos demos conta de que não seríamos capazes de orientar de forma significativa a direção da série. [...] Talvez o time remanescente ainda seja capaz de fazer algo que os fãs do original e um público totalmente novo possam desfrutar.

[...] Eu tenho muita sorte pela incrível comunidade global de fãs que cresceu em torno dos programas que Mike e eu criamos e dirigimos juntos. Continuarei profundamente envolvido no universo Avatar, contando as histórias que meu parceiro e eu queremos contar da maneira que queremos contá-las. Colocarei meu tempo, energia e talento em projetos que mais me realizem e nos quais existam confiança e respeito.

A vida é muito curta para fazer o contrário" - Bryan Konietzko

Carta de Michael DiMartino

"Muitos de vocês têm me pedido atualizações sobre a série Avatar live-action da Netflix. Posso finalmente dizer que não estou mais envolvido com o projeto. Em junho deste ano, após dois anos de trabalho de desenvolvimento, Bryan Konietzko e eu tomamos a difícil decisão de deixar a produção.

Quando Bryan e eu assinamos o projeto em 2018, fomos contratados como produtores executivos e showrunners. Em um anúncio conjunto para a série, a Netflix disse que estava empenhada em honrar nossa visão para esta nova versão e nos apoiar na criação da série. E expressamos como estávamos entusiasmados com a oportunidade de estar no comando. Infelizmente, as coisas não correram como esperávamos.

[...] Percebi que não poderia controlar a direção criativa da série, mas poderia controlar como respondia. Então, optei por sair do projeto. Foi a decisão profissional mais difícil que já tive de tomar. Mas foi necessária para minha felicidade e integridade criativa.

E quem sabe? A adaptação live-action da Netflix de Avatar tem potencial para ser boa. Pode acabar sendo um programa que muitos de vocês vão gostar. Mas o que posso ter certeza é que, qualquer que seja a versão que apareça na tela, não será o que Bryan e eu imaginamos ou pretendíamos fazer.

Eu também quero deixar claro que isso não significa o fim do meu envolvimento no universo Avatar. Essas histórias e personagens são importantes para mim e o renovado interesse e entusiasmo em Avatar e Korra tem sido inspirador de ver.

[...]  Sei que muitos de vocês ficarão desapontados e frustrados com esta notícia. Entendo. Eu compartilho sua decepção e frustração. Também reconheço que esse revés criativo é pequeno em comparação com os problemas que todos enfrentamos como sociedade agora.

Felizmente, Iroh ofereceu um pouco de sabedoria sobre isso também: "Às vezes a vida é como este túnel escuro. Nem sempre você pode ver a luz no fim do túnel, mas se você continuar se movendo, você chegará a um lugar melhor." Que todos possamos seguir em frente e chegar a um lugar melhor." - Michael Dante DiMartino

E então, o que você achou da decisão dos criadores da série? Acredita que a Netflix conseguirá entregar uma produção de qualidade? Além disso, quais suas expectativas para o futuro da franquia? Compartilhe sua opinião com a gente.


Próxima Matéria
avatar Letícia Dias
Letícia Dias
Trabalhando pra falar de super-heróis, filmes e séries em tempo integral | @letdiax
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest