icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


Criança de 4 anos que flutuava em boia de unicórnio é resgatada a 500 metros da costa na Grécia

POR Erik Ely EM Curiosidades 27/08/20 às 15h35

capa do post Criança de 4 anos que flutuava em boia de unicórnio é resgatada a 500 metros da costa na Grécia

Neste domingo, (23/08) uma criança de 4 anos que flutuava em boia de unicórnio, foi resgatada a 500 metros da costa na Grécia por tripulantes de uma balsa. Para se ter uma ideia, a menina flutuou por cerca de meio quilômetro e foi levada por uma corrente.

Antes de sair da vista dos familiares, a criança estava na costa de Antirrio, no oeste da Grécia. Por sorte, a menina foi resgatada e, apesar do trauma, passa bem. De acordo com o Grigoris Karnesis, capitão da embarcação que encontrou a garota, ela estava "em choque" no momento em que foi encontrada. Em um vídeo que "viralizou" nas redes sociais, é possível assistir ao momento do resgate.

Ela foi arrastada por uma forte corrente marítima

Na praia, a criança estava acompanhada de sua família. Porém, em um momento de distração, ela foi levada pelas fortes correntezas do mar. Desse modo, assim que os pais perceberam que ela havia desaparecido, procuraram por autoridades que pudessem ir atrás da criança. Com isso, um alerta foi emitido para embarcações que estavam próximas ao local do desaparecimento. Sendo assim, uma balsa chamada "Salaminomachos", que estava fazendo seu trajeto habitual pela região, foi notificada e localizou a criança.

Em entrevista a rede grega de televisão Mega Channel, o capitão do navio contou que a menina "estava em estado de choque". "Estava bem agarrada na boia e não se mexia, estava petrificada", afirmou Karnesis. Mas, apesar do susto, a menina não teve ferimentos e logo se encontrou com os pais. "Ninguém precisa me agradecer. Eu fiz algo que qualquer um faria", completou Karnesis.

Ainda segundo o capitão da balsa, ele contou que já havia realizado outros resgates semelhantes na região. Dessa forma, é comum que os banhistas da praia subestimem a correnteza e acabem ficando à deriva no mar.

O capitão da embarcação recebeu uma medalha pelo resgate

Para tirar a criança do mar, ela precisou ser empurrada em direção à rampa de acesso da balsa. Isso aconteceu porque, a corrente marítima estava "muito forte" naquele momento. Somente assim, após essa primeira aproximação que eles foram capazes de retira-la da água.

Ainda que para o capitão, sua ação não precise ser louvada, de acordo com o site de notícias Nafpaktia News, Karnesis recebeu uma ligação do primeiro-ministro da Grécia, Kyriákos Mitsotákis. Assim, além da parabenização pela ação, ele e o engenheiro da balsa, que participaram do resgate, receberam medalhas do prefeito pela ação honrosa. Mas, também vale lembrar que eles não fizeram tudo sozinhos. Na verdade, foi a tripulação da balsa que encontrou a criança e, em seguida, a ajuda foi prestada.

Por fim, o autor da publicação que ajudou na "viralização" do caso, Petros Kritsonis, destacou que o post feito no Facebook não tinha como intuito "culpar" os pais da criança. Ao invés disso, ele apenas queria alertar as pessoas sobre os perigos do mar e de brinquedos marinhos. Além de também, que crianças não devem ficar sem supervisão, nem por um momento. E claro, quando o mar está agitado como estava na ocasião, os adultos também precisam tomar cuidado.


Próxima Matéria
Via   G1     TMZ  
Imagens G1 Estadão
avatar Erik Ely
Erik Ely
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest