• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


De quais guerras que o Brasil já participou?

POR Mateus Graff    EM Curiosidades      13/01/16 às 15h56

Vocês sabem quantas guerras o Brasil já teve participação? Felizmente nosso país nunca foi de se entrometer em guerras, mas mesmo assim teve participação na Primeira e Segunda Guerra Mundial. Muitos brasileiros desconhecem muito na história de nosso país, se tornando uma pessoa leiga quando o assunto é conversar de história do Brasil. É chato quando você está em uma roda de amigos e você não sabe falar sobre um assunto, concordam?

Bom, então vamos responder essa pergunta para vocês, para que na próxima vez que alguém te fizer essa pergunta, você esteja com a resposta na ponta da língua. Veja agora então em quais guerras o Brasil já participou e saiba dos detalhes, confira:

Primeira Guerra Mundial

hqdefault

Nem todos os países participaram da Primeira Guerra Mundia, que foi do ano de 1914 até 1918, mas as principais potências da época estiveram envolvidas. A maioria dos países envolvidos eram do continente europeu, mas alguns países não europeus participaram da guerra, como os Estados Unidos e o Japão (que eram aliados na Primeira Guerra e inimigos na Segunda Guerra).

Mas o Brasil chegou a declarar guerra contra a Alemanha no dia 27 de outubro de 1917, pouco tempo depois de de termos nossos navios mercantes afundados por submarinos alemães. A marinha brasileira organizou uma esquadra para patrulhar o Atlântico, que em agosto de 1918 partiu rumo a África saindo da ilha de Fernando de Noronha. Porém, em Dacar, no Senegal, 156 tripulantes foram mortos pela famosa gripe espanhola, uma grande epidemia que assolou o mundo e matou milhares de pessoas.

Então que a participação do Brasil começou, no dia 10 de novembro de 1917, quando a esquadra chegou a Gibraltar e no dia seguinte foi informada que a Primeira Guerra Mundial tinha chegado ao fim. O Brasil ainda enviou uma equipe médica para a França para prestar socorros aos necessitados. Felizmente a participação do Brasil na Primeira Guerra Mundial foi breve, mas representou um grande crescimento para nosso país, houve um bom aumento nas exportações de matérias primas e um crescimento das indústrias.

Segunda Guerra Mundial

0002-635461884-2013080768516.jpg_20130807

A Segunda Guerra Mundial foi anunciada quando os nazistas interceptaram remessas de alimentos e matérias primas que tinham como destino a Inglaterra e os Estados Unidos, e sem nenhum aviso, atacaram com submarinos no Atlântico cinco navios brasileiros (Baependi, Itajiba, Araraquara, Aníbal Benévolo e Araras). E isso fez com que o Brasil fosse obrigado a acabar com a neutralidade que nosso país adotava.

Durante a II Reunião de Consulta dos Chanceleres Americanos, realizada no Rio de Janeiro, em janeiro de 1942, houve o rompimento de relações diplomáticas e comerciais do Brasil com o Japão, Itália e Alemanha. A Marinha Brasileira fez o papel de proteger as rotas mercantes do Atlântico Sul, escoltando os navios que levavam materiais estratégicos.

No ano de 1944, partiu rumo a Itália a Força Expedicionária Brasileira (FEB), a comando do general Mascarenhas de Morais. O primeiro escalão FEB desembarcou em Nápoles, em 16 de julho de 1944, onde foi integrado ao 5º Exército Americano e ajudaram nas batalhas de Camaiore, Monte Castelo, Castelnuovo, Montese e Fornovo. Durante os conflitos, a marinha brasileira fez cobertura com mais de 3 mil navios mercantes. Foram mortos ao todo 451 soldados, entre eles oito pilotos da Força Aérea Brasileira (FAB), que foram transferidos  de Pistóia na Itália, para o Brasil, no dia 5 de junho de 1960.

O Brasil foi o único país da América Latina que participou diretamente da Segunda Guerra Mundial, onde permaneceram cerca de 11 meses na Itália, dos quais quase oito meses na frente de luta, em contato direto com o inimigo.

Período Joanino

Estudos CACD Missão Diplomática - Família Real Portuguesa no Brasil

Em novembro de 1807, as tropas francesas napoleônicas invadiram Portugal. O rei português (D. João VI) e sua corte fugiram para o Brasil. Em 22 de janeiro de 1808, a família real chegou ao Brasil, dando início ao Período Joanino. O governo português, instalado no Rio de Janeiro, durou de 1808 a 1821. Em 1810, foi criada a Academia Real Militar, na cidade do Rio de Janeiro, onde o curso tinha duração de sete anos.

Foram organizado vários hospitais militares e os arsenais de guerra, além de indústrias de armas e fábricas de pólvora. A estrutura militar se organizou e se modernizou, as tropas de primeira linha começaram a convocar brasileiros e estes passaram a integrar os regimentos de cavalaria do Rio de Janeiro, Minas Gerais, São Paulo e Rio Grande do Sul e os corpos de artilharia de Santa Catarina, Santos, as capitanias do norte e os batalhões de caçadores do Rio grande do Sul.

Em 1815, várias tropas regulares de Portugal desembarcaram no Brasil. A primeira era a divisão de Visconde da Laguna e Carlos Frederico Lecor. Está época foi essencial para a organização do sistema militar brasileiro. Começou a existir uma certa autonomia em relação a Portugal, culminando com a criação do Ministério da Guerra e a centralização de todas as forças militares de terra. Mercenários foram contratados para combater a Revolução Pernambucana e acabaram compondo a primeira vitória das forças armadas brasileiras.

Concluindo, o Período joanino foi uma época de grandes avanços para o Brasil, principalmente para as áreas de educação, cultura e administração pública. Por outro lado, o Brasil sofreu forte influência e interferência da Inglaterra na área econômica.

Guerra do Paraguai

01_riachuelo

Essa guerra foi o maior conflito ocorrido na América do Sul no século 19. Rivalidades platinas e a formação de Estados nacionais deflagaram o confronto, que destruiu a economia e a população do Paraguai. Nesta guerra, Brasil Argentina e Uruguai formavam a Tríplice Aliança e lutaram contra o Paraguai.

A Guerra do Paraguai durou seis anos e teve seu início em dezembro de 1864, chegando ao fim no ano de 1870, com a morte de Francisco Solano em Cerro Cora. Antes da guerra, o Paraguai era uma potência econômica na América do Sul, além de ser um país independente das nações europeias. Após a guerra, o Paraguai nunca mais voltou a ser um país com bom índice de desenvolvimento econômico, e atualmente passa por dificuldades políticas e econômicas.

E aí amigos, sabiam de todos esses fatos? Comentem aqui pra gente!

Próxima Matéria
Via   Uol     Terra     Globo     Globo  
Mateus Graff
https://www.instagram.com/mateusgraff/ https://www.facebook.com/mateus.adjutomartinsgraff
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+