icone menu logo logo-fatos-desconhecidos.png


Dee Dee e Gypsy mostram a relação mais perturbadora entre mãe e filha

POR Natália Pereira EM Mistérios & Horror 26/01/18 às 13h03

capa do post Dee Dee e Gypsy mostram a relação mais perturbadora entre mãe e filha

As relações familiares nunca foram fáceis. As pessoas são difíceis de lidar e conviver com elas por muito tempo, faz com que alguns problemas e complicações surjam. Apesar disso, família é família e, pelo menos na maioria das vezes, as coisas acabam se resolvendo em algum momento. Entretanto nem sempre isso acontece, fazendo com que situações realmente trágicas aconteçam e choquem o mundo. Histórias como a de Dee Dee e Gypsy nos fazem questionar a sanidade humana e a que pontos podemos chegar.

A relação entre mãe e filha é, em sua maioria, a mais pura possível. Mães são capazes de arriscar a própria vida para defender seus filhos e esse tipo de reação é esperada pela própria sociedade. Se você compartilha desse pensamento então essa história trágica irá abalar os seus conceitos. É realmente triste imaginar que a relação de uma mãe com sua filha pode acabar tão mal ao ponto de levar a morte de uma delas. Essa história trágica aconteceu em Missouri em 2015.

O começo de tudo

Já imaginou viver toda uma vida de mentiras criada por sua própria mãe? Gypsy Rose Blanchard era uma criança comum como qualquer outra. Ela queria se divertir e sair para brincar com os amigos na rua, mas foi induzida a acreditar que era incapaz disso. Toda a fantasia foi criada por sua mãe Dee Dee Blanchard. Ela afirmava para a menina e para todos os outros que a cercavam que Gypsy estava em estado terminal. De acordo com ela a garota, de 8 anos na época, tinha leucemia, distrofia muscular, convulsões, deficiência auditiva e visual. Devido esses supostos problemas enfrentados por ela a menina tinha que se locomover através de uma cadeira de rodas e chegava e ser alimentada e medicada através de um tubo.

Se tudo isso já não fosse triste o bastante, depois de muitos anos enfrentando essa situação, finalmente descobriram que nenhuma das doenças de Gypsy eram verdadeiras. Todas elas tinham sido inventadas por Dee Dee para mantê-la ao seu lado. Devido seus "problemas", Gypsy chegou a enfrentar diversos procedimentos cirúrgicos. Ela passou por uma cirurgia ocular diversas vezes, injetou Botox e teve suas glândulas salivares removidas completamente. Tudo isso para sustentar a farsa criada por Dee Dee.

A relação das duas

No começo, quando Gypsy era apenas uma criança, a relação das duas parecia perfeita. Ela era apenas uma garota inocente e não tinha ideia do que realmente estava acontecendo com ela. Além de ser completamente dependente da mãe na época. Qualquer um pode afirmar esse amor só de olhar as fotos sorridentes das duas. Mas isso não durou para sempre. Depois que Gypsy começou a crescer, seu comportamento mudou. Ela já não aceitava mais calada as ordens da mãe e começava a desconfiar da situação.

Quando entrou na adolescência, seus comportamentos começaram a ser mais violentos quando se tratava de sua mãe. Ela chegou a fugir, mas foi encontrada pouco tempo depois por Dee Dee. Depois disso sua mãe a trancou e começou a pedir para os outros que a informassem caso a garota estivesse fazendo algo pelas suas costas.

O amor secreto de Gypsy e Nicholas

Depois de criar um perfil em um site de namoro, Gypsy encontrou seu amor e futuro cúmplice, Nicholas Godejohn. Eles trocaram mensagens e mantiveram um relacionamento virtual durante mais de 2 anos. Foi então que eles finalmente se encontraram e resolveram assumir a relação deles para sua mãe. Dee Dee não aceitou o relacionamento dos dois e naquele momento isso pode ter sido a gota d'água.

O assassinato

Tudo parecia normal para a mãe, mas a raiva que se formou dentro de Gypsy fez com que a noite de 14 de junho de 2015 ficasse marcada para sempre. Ela começou a trocar mensagens com seu namorado, Nicholas, conspirando para a morte de sua mãe. Ela o induziu e o convidou para ir até a sua casa naquela noite. Assim que Dee Dee dormiu Gypsy deixou que Nicholas entrasse e foi então que tudo aconteceu. De acordo com os relatos Gypsy persuadiu Nicholas a matar sua mãe. Ela ficou no quarto enquanto tudo acontecia. Em uma declaração feita por Gypsy ela afirma ter ouvido os gritos e suplicas de sua mãe.

Desenrolar

Depois de cometerem o assassinato de Dee Dee Blanchard, os dois fugiram. O corpo dela foi encontrado em uma poça de sangue, alguns dias depois. As buscas por Gypsy começaram logo depois. As autoridades a acharam em Wisconsin, a 600 milhas de distância. Os dois estavam juntos e ela estava extremamente bem. Não utilizava a cadeira de rodas da qual passou grande parte de sua vida nem o tubo de alimentação.

Gypsy foi acusada por assassinato em segundo grau e irá cumprir 10 anos de prisão. Depois de tudo o que aconteceu ela afirma ser mais livre na prisão do que jamais foi enquanto vivia com sua mãe. Nicholas foi acusado por assassinato em primeiro grau.


Próxima Matéria
avatar Natália Pereira
Natália Pereira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest