icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


Dentes encontrados na Austrália pertencem a tubarão duas vezes maior que o Branco

POR Bruno Dias EM Curiosidades 13/08/18 às 19h20

capa do post Dentes encontrados na Austrália pertencem a tubarão duas vezes maior que o Branco

Tubarões são um dos seres aquáticos mais temidos. E estar no topo da cadeia alimentar não significa necessariamente que você terá um respeito depois de morrer. Foi achado um tubarão datado de 25 milhões de anos, quase duas vezes maior que o maior tubarão branco de hoje em dia.

Philip Mullaly, um paleontólogo amador, achou um fóssil de tubarão dos mais notáveis já encontrados. Ele viu em uma rocha, na sua praia local, um dente de tubarão de 7 centímetros.
O dente era de um tubarão pré-histórico que tinha 9 metros, e vinha de uma espécie de tubarão com dentes estreitos o Carcharocles angustidens. Ele se alimentava de baleias pequenas e médias. A rocha na qual o dente foi encontrado datava de 25 milhões de anos.

Os dentes desses tubarões foram encontrados sozinhos. Isso mostra a semelhança que eles tem com os tubarões de hoje em dia, que largam seus dentes com uma frequência regular para deixar crescer outros novos.

Achados

No entanto, os paleontólogos Dr. Erich Fitzgerald e Tim Ziegler, do Museu Victoria, examinaram o local ao longo da Great Ocean Road, na Austrália e encontraram mais de 40 dentes. A maioria deles, com evidências de pertencerem ao mesmo animal. Fitzgerald explicou que nenhum dente de tubarão de dente estreito foi duplicado, que seria o caso se eles viessem de vários animais. Alguns foram achados juntos com o que teriam sido na boca do tubarão.

Isso quer dizer que esses dentes não foram perdidos durante a alimentação do Carcharocles angustidens. Alguns outros dentes achados vieram de tubarões menores da família Hexanchus (Sixgill), que com as evidências se prova que vieram de pelo menos dois animais diferentes.

Conclusão

Os paleontólogos concluíram que os tubarões hexanchus se alimentaram da carcaça do tubarão gigante e deixaram cair os dentes. "Os dentes do tubarão de seis galhos funcionam como uma serra de corte transversal e arrancam os Carcharocles como se fossem madeireiros derrubando uma árvore. O fedor de sangue e carne em decomposição teria atraído catadores de longe ", disse Ziegler.
Uma outra teoria teria sido a de que o tubarão gigante teria comido alguns dos menores antes de ter sido morto, mas a falta de desgaste digestivo nos dentes dos tubarões menores faz com que essa teoria não seja muito válida.

A descoberta ainda não foi publicada porque Fitzgerald espera que a erosão revele mais dessa cena, mas os achados já estão em exibição do museu. Segundo o paleontólogo, esse evento aconteceu no reinado dos angustidens, que tiveram o nicho herdado por uma espécie semelhante. Alguns milhões de anos depois o Carcharocles megalodon, assumiu o papel de comer baleias, mas desapareceu cerca de 3,5 milhões de anos atrás e aí as baleias médias se transformaram nos gigantes de hoje.


Próxima Matéria
avatar Bruno Dias
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest