É oficial! NASA descobriu depósito de água congelada em Marte

POR Arthur Porto    EM Ciência e Tecnologia      15/12/19 às 00h55
foto de destaque

Sabemos, até o momento, que os próximos planos da Nasa incluem voltar à Lua e levar, pela primeira vez, astronautas para Marte. Basicamente, essas são as duas prioridades da agência espacial.

Com o intuito de visitar Marte o mais breve possível, a agência procura encontrar a melhor forma de pousar com segurança no planeta. De acordo com a Nasa, o local ideal de pouso seria perto de alguma fonte de água, ou pelo menos, de água congelada. Mas seria possível existir água, no Planeta Vermelho?

Ao que parece, sim. Segundo informações, disponibilizadas pela agência espacial, há, sem sombra de dúvidas, um local assim no planeta vermelho. O que é algo extremamente novo, afinal, especialistas procuram por água em Marte, há muito tempo.

Agora, com a confirmação, sabe-se que o local, além de facilitar a estadia da tripulação, também reduziria a quantidade necessária de recursos levados.

Água no Planeta Vermelho

Mas, afinal, como a Nasa conseguiu encontrar água em Marte? Por meio de mapeamentos. Os pesquisadores extraíram dados de observações feitas pela sonda Mars Reconnaissance Orbiter e pela espaçonave Mars Odyssey, para criar o mapa. A agência espacial divulgou o "mapa do tesouro para água congelada em Marte", na primeira quinzena deste mês de dezembro.

No documento, é possível ver destacado a região, conhecida como Arcadia Planitia. De acordo com a Nasa, na região, aparentemente existem grandes depósitos de gelo. Tais depósitos, para a agência, são de fácil acesso.

Por acreditarem que não haverá dificuldades de ter acesso ao recurso natural existente na região, os astronautas estarão abastecidos com recursos hídricos valiosos, para beber e gerar combustível para os foguetes.

"Você não precisaria de uma escavadeira para desenterrar este gelo, poderia usar uma pá", destacou Sylvain Piqueux, principal autor do artigo sobre o gelo, publicado na revista Geophysical Research Letter.

Ainda segundo a agência espacial, sabe-se, até o momento, que a água é pesada e difícil de transportar, principalmente considerando a grande distância, que envolve o trajeto para Marte.

Por esse motivo, a Nasa deseja, agora, extraí-la diretamente no planeta após a chegada. Tal plano seria também bem mais barato. Agora, com a descoberta, é possível que a Nasa desenvolva trajes espaciais mais flexíveis. O que seria mais viável, já que os astronautas podem ter que cavar, quando chegarem à Marte.

Outro segredo sobre Planeta Vermelho

Além de recursos hídricos, a agência espacial descobriu outras novas informações sobre o planeta Marte, no decorrer de 2019, como, por exemplo, indícios de presença de vida.

Desde 2012, em solo marciano, a sonda espacial Curiosity já havia encontrado traços do metano em 2013, quando um pico de 7 partes por bilhão do gás foi detectado. Agora, seis anos depois, o rover da Nasa detectou outro pico, o mais significativo até então, e que pode indicar presença de vida em Marte.

De acordo com reportagem do New York Times, a descoberta se deu durante tal missão. Nela, a sonda espacial mediu elevados níveis de metano, um gás produzido biologicamente, e com frequência, na superfície do Planeta Vermelho.

Mesmo que a sonda não seja capaz de detectar a origem do gás, os pesquisadores estão animados com a possibilidade de vida microbiana, relativamente atual.


Ei Fatos, não deixe de conferir:

2 SINAIS QUE FALTAM PARA JESUS VOLTAR - E SE FOR VERDADE

Próxima Matéria
avatar Arthur Porto
Arthur Porto
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.

Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+