• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Elon Musk planeja enviar um milhão de pessoas para Marte ainda nesse século

POR Cristyele Oliveira    EM Curiosidades      26/01/20 às 17h43

Não é de hoje, que o CEO da SpaceX, Elon Musk tem planos de povoar o planeta vermelho. A ideia é construiu uma comunidade em Marte, até 2050. E não será uma comunidade qualquer, com apenas algumas pessoas selecionadas. A meta é que, pelo menos, 1 milhão de pessoas estejam vivendo, em Marte, em trinta anos. Um futuro não tão distante assim.

No entanto, essa mudança planetária não será tão simples, quanto parece. Mas no começo desse mês, Musk revelou mais alguns detalhes sobre seus planos. Ele revelou informações cruciais de como os cidadãos comuns interessados poderão participar desse futuro multiplanetário da humanidade. Como se pode imaginar, uma das principais curiosidades é o quanto isso custará na prática. Alguns bons milhões com certeza. Porém, segundo o CEO, haverá uma espécie de empréstimo, para quem tiver interesse. Esse poderá ser pago, através de mão-de-obra em Marte. Até que não parece uma má ideia.

Empréstimo

O que o empresário propõe é um sistema de empréstimos para as pessoas, que não tiverem condição de pagar adiantado, por essa viagem interplanetária. Para pagar esses empréstimos, os novos visitantes e possíveis moradores de Marte, teriam que trabalhar no planeta vermelho, para pagar pela viagem.

Essa ideia de empréstimo surgiu no Twitter, em uma resposta ao questionamento, sobre como seriam escolhidas as pessoas que fariam parte dessa comunidade. E quando perguntado sobre a forma de pagamento, Musk apenas respondeu que haverá bastante trabalho, em Marte.

Em 2019, o empresário sugeriu que uma passagem para Marte custaria em torno de US$ 500 mil, podendo chegar até US$ 100 mil, dependendo da procura. Em 2016, ele disse que o objetivo era chegar ao valor de US$ 200 mil, que é o custo médio de uma casa nos Estados Unidos. Mas obviamente, esse valor ainda por sofrer alterações.

Mas no caso desse empréstimo apresentado por Musk, a ideia é financiar viagens de ida e volta do planeta vermelho. Mas ele não deixou bem claro o que aconteceria, no caso de alguém não conseguir pagar pelo empréstimo. Será que ela seria deportada de volta para a Terra?

As viagens

As viagens, entre os dois planetas, dependerão da posição de cada um. A cada 26 meses, a Terra e Marte ficam mais próximos, então, seria nessa fase de menor distância que aconteceriam as viagens. A SpaceX calcula, que as viagens aconteceriam por um período de 30 dias, com mil naves partindo para Marte.

As naves de aço inoxidável, chamadas Starship, é que farão o transporte dos passageiros. A ideia é que cada nave faça três voos por dia. Cada uma delas pode carregar até 100 toneladas, podendo ser dividido entre pessoas e cargas.

A questão agora é saber, se 1 milhão de pessoas irão se aventurar a trocar uma casa na Terra, por uma viagem incerta ao planeta vermelho. Porque é importante lembrar que o próprio Musk disse que a viagem pode ser muito difícil e perigosa.

E você, o que acha disso? Teria coragem de se mudar para Marte? Conta para a gente nos comentários e compartilhe com os seus amigos.

Próxima Matéria
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+