• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Elon Musk testa a primeira internet vinda do espaço

POR Bruno Dias    EM Experiências      24/10/19 às 12h08

No mundo, existem vários homens ricos que têm dinheiro suficiente para tirar um continente todo da miséria. Eles estão espalhados por várias áreas do mundo dos negócios. Elon Musk é um empreendedor, filantropo e visionário da África do Sul.

Seu patrimônio líquido está cotado em US$ 21,1 bilhões de dólares. O africano, que foi naturalizado americano, é nada menos que o criador da empresa de pagamento online, o PayPal. Também é CEO da SpaceX, onde ele investe em exploração espacial e CEO da Tesla Motors. Ele foi a primeira pessoa a levar um carro para a órbita espacial.

E as empreitadas planeta à fora de Musk não param. E é certo que serão necessários vários anos mais e milhares de satélites até que a constelação de internet Starlink, da SpaceX, consiga atingir a sua capacidade total. Mas isso não impediu que Musk fizesse os primeiros testes em seu sistema. E, aparentemente, ele está funcionando.

Na terça-feira dessa semana, o bilionário usou o seu Twitter para anunciar os testes. Ele publicou um tuíte por meio de um satélite Starlink". E depois de alguns minutos ele respondeu esse mesmo tuíte com "uau, funcionou!"

Esse feito foi muito bom, considerando que, atualmente, existem somente 60 satélites na constelação. E três deles não estão funcionando.

Satélites

Em maio, um foguete da SpaceX Falcon 9 colocou os satélites miniaturizados, smallsats, a uma altitude de 400 quilômetros. De acordo com Musk, o sistema não seria muito útil até que a constelação chegasse a aproximadamente 400 unidades. Além do que, ele não chegará a sua capacidade operacional significativa até que complete 800 satélites. Mas como foi visto no tuíte de Musk, eles já funcionam minimamente.

Esse sistema estiver funcionando completamente será em algum momento na década de 2020. E quando ele estiver, a Starlink espera oferecer internet banda larga com baixo custo para praticamente qualquer lugar da Terra, mesmo que muito remoto.

Os satélites ficarão na órbita baixa da Terra e vão criar uma espécie de concha ao redor do mundo. Isso dará acesso à internet para aquelas pessoas que estiverem dispostas a pagar.

O que Musk espera é que a Starlink seja economicamente viável quando ela tiver mil unidades no espaço. Mas a companhia aeroespacial planeja lançar até 12 mil satélites, cada um pesando 227 quilos.

Na verdade, esse sistema poderia ter ainda mais unidades por causa do pedido da SpaceX feito para a Administração Federal de Aviação dos EUA (FAA) para lançar 30 mil satélites adicionais.

Em maio, a primeira leva dos satélites Starlink será lançada. Mas esse lançamento, e os possíveis subsequentes, é uma preocupação para os astrônomos. Eles estão apreensivos, com o fato da constelação de smallsats interferirem na observação do espaço.

Eles também se preocupam de que outras empresas, incluindo empresas que devem surgir como Amazon e OneWeb, possam aumentar a chance de colisões no espaço.

Em setembro, essas preocupações aumentaram ainda mais, quando a Agência Espacial Europeia precisou fazer uma manobra de evasão de colisão. Eles fizeram isso para prevenir que seu satélite, Aeolus, se chocasse com um dos satélites da Starlink.

Próxima Matéria
Via   Gizmodo  
Imagens Gizmodo
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+