• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Empresa cria carne feita de ar

POR Arthur Porto    EM Curiosidades      18/11/19 às 12h26

Sim, acredite ou não, "primeira carne à base de ar" do mundo acaba de ser criada recentemente. Basicamente, é o projeto da startup Air Protein. Recentemente, a empresa apresentou oficialmente os primeiros protótipos do alimento.

De acordo com a empresa, o produto é feito a partir de elementos do ar. Tais elementos foram transformados em uma substância apta para fazer hambúrgueres e outros produtos à base de carne.

Analogamente, a tecnologia deriva de uma ideia já usada pela NASA. Para quem não sabe, a NASA, desde a década de 1960, utiliza microrganismos para converter CO² em alimentos. O processo é utilizado para alimentar os astronautas no espaço.

O novo produto

De acordo com a Air Protein, a tecnologia é intitulada de "processo probiótico de produção". Isso quer dizer que tudo isso, nada mais é que uma fermentação semelhante a do processo de fazer iogurte. Ou seja, dentro de um fermentador, microrganismos naturais consomem CO², juntamente com mix de "nutrientes minerais", para produzir o ingrediente.

O produto final é composto por 80% de proteína. Além disso, todo o processo é executado utilizando energia renovável. Em síntese, a empresa, há tempos, vem desenvolvendo métodos para criar a proteína.

De todas as formas, os processos analisados pela empresa também visam combinar o produto, com diversos outros ingredientes. Segundo a Air Protein, a farinha de proteína, em si, tem um sabor neutro e pode ser usada em uma variedade de alimentos.

Como o novo produto, é possível elaborar não apenas carne, mas também complemento para cereais, barras de proteína e shakes. Ao contrário da soja ou de outras proteínas vegetais, como afirma a Air Protein, essa é uma "proteína completa".

Além disso, a farinha de proteína é composta pelo mesmo perfil de aminoácidos que a proteína da carne bovina ou de frango. O produto, além disso, também possui uma gama de vitaminas, como, por exemplo, a B12, que nem sempre é encontrada em alimentos veganos, por exemplo.

A visão da empresa

De acordo com Lisa Dyson, CEO da Air Protein, a farinha de proteína pode causar um impacto na produção de carne mundial. Afinal, uma vez que não há a necessidade de terras nem para plantação (caso da soja), nem para a manutenção do gado ou de outros animais.

Atualmente, estima-se que cerca de 1/4 da terra do mundo é distribuída para pastagem de gado. Além disso, à medida que a demanda por carne cresce, fazendeiros, pecuaristas, produtores e outros profissionais desmatam áreas preservadas, para atender a necessidade de mercado.

Analogamente, o produto da Air Protein ocasiona também um impacto na produção de carnes de origem vegetal, como, por exemplo, o Impossible Burger ou o Beyond Burger. Como? Em síntese, até o momento, a maioria desses produtos é produzida com proteínas feitas de soja ou ervilha.

Apesar de já ter anunciado o produto, a empresa ainda precisa de tempo para viabilizá-lo no mercado, e assim, chegar às mãos dos consumidores. Em contrapartida, a empresa não informou quanto tempo exatamente. Independente de quanto tempo tarde, ansiosos para provar, estamos, não é verdade?

Próxima Matéria
Via   cnet  
Imagens cnet Forbes
Arthur Porto
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+