Empresas iniciam testes em humanos com possível vacina contra a Covid-19

POR Erik Ely    EM Ciência e Tecnologia      06/05/20 às 23h29
capa do post Empresas iniciam testes em humanos com possível vacina contra a Covid-19

Recentemente, empresas iniciaram testes em humanos com possível vacina contra a Covid-19. Dessa forma, a empresa Pfizer e a empresa farmacêutica alemã Biontech SE anunciaram na última segunda-feira (04/05), que já iniciaram testes para uma vacina experimental nos Estados Unidos, após aplicarem a vacina em voluntários, na Alemanha.

Caso a vacina se mostre eficaz, ela poderá ser amplamente distribuída nos Estados Unidos até setembro. Isso poderá encurtar significativamente o tempo que geralmente é levado para aprovação de drogas para imunização de doenças.

Tudo está sendo feito para que uma vacina fique pronta o mais rápido possível

Para encontrar a vacina para a Covid-19, as empresas planejam realizar a vacinação em 360 voluntários norte-americanos com faixa etária entre 18 e 55. Dessa forma, até a segunda etapa do projeto, a vacina será testada em mais de 8 mil voluntários, o que inclui pessoas mais velhas, de até 85 anos.

Ainda no dia do anúncio, os pesquisadores já afirmaram que administraram cinco doses da vacina, sendo 4 delas de placebo. Depois disso, a dosagem da medicação deve continuar. Segundo as empresas, se a vacina provar ser segura e eficaz nos testes, ela poderá estar pronta para ampla distribuição nos EUA até setembro. De fato, esse é um prazo muito mais curto do que previsões afirmaram. Mas com situações extremas em diversos países, quanto mais rápido a vacina chegar, melhor será para todos nós.

No caso dessa pesquisa, o desenvolvimento da vacina é baseado no material genético do "RNA mensageiro", que carrega as instruções para células produzirem proteínas de imunidade. Assim, ao injetar um "RNA mensageiro" projetado de maneira específica no corpo, ele poderá replicar essa produção. Desse modo, nosso corpo produziria a proteína "spike". Isso é o que permite que o vírus infecte nossas células, sem que fiquemos doentes.

Para a realização dos testes, os participantes serão divididos em grupos. Dessa forma, quatro variações da vacina serão testadas. Sendo que, cada uma representa uma forma do "RNA mensageiro" com instruções diferentes de como criar a spike. Porém, todos os grupos serão acompanhados da mesma forma, uma vez que é necessário estudar os níveis de anticorpos dos participantes.

Quando poderemos ter uma vacina sendo distribuída?

e

Atualmente, de acordo com Organização Mundial da Saúde (OMS), existem mais de 100 vacinas sendo desenvolvidas em todo o mundo. Deste número, pelo menos oito vacinas já estão na fase de testes em humanos. No entanto, ainda estamos longe de comemorar a chegada de uma cura. Isso porque, todo o processo de desenvolver, testar e revistar é um empreendimento que leva tempo. Portanto, não há como estipular uma data precisa, uma vez que podem levar meses ou até anos para encontrarmos uma vacina que realmente funcione.

Já que o processo é lento, os pesquisadores estão fazendo tudo que podem para acelerar o processo de pesquisa de uma vacina. Dessa forma, assim que a vacina for provada como eficaz e não oferecer nenhum risco grave à saúde, já é possível solicitar sua aprovação. Porém, resultados mais detalhas do estudo são exigidos por órgãos reguladores. Em seguida, a sua distribuição acontece quase que de forma imediata.


Ei Fatos, não deixe de conferir:

2 SINAIS QUE FALTAM PARA JESUS VOLTAR - E SE FOR VERDADE

Próxima Matéria
Via   Pais&Filhos  
Imagens Pais&Filhos CNN
avatar Erik Ely
Erik Ely
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.

Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+