• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Entenda como a Lua perdeu seu campo magnético

POR Erik Ely    EM Ciência e Tecnologia      05/02/20 às 16h34

Atualmente, a vida na Terra é possível graças a um poderoso escudo invisível. Esse é o campo magnético que bloqueia as partículas dos ventos solares que bombardeiam incessantemente nosso planeta. Contudo, nosso satélite natural não possui esse campo magnético. Afinal, como a Lua perdeu seu campo magnético?

Graças ao campo magnético, existem as bússolas, se tornando assim, um elemento essencial para vida cotidiana. Por outro lado, caso um dia formos colonizar a Lua, esse pode ser um imenso desafio para a raça humana.

Essa resposta está entre as rochas

Mesmo que atualmente, a Lua não possua um campo magnético, estimasse que há bilhões de anos ela já tenha tido um. Para se ter uma ideia, cientistas acreditam que ele já tenha sido mais forte que atual campo terrestre. Mas que,com o passar do tempo, praticamente desapareceu. Dessa forma, até pouco tempo atrás, essa questão era tida como um mistério. Contudo, uma pesquisa recente pode explicar alguns questionamentos.

Para a pesquisa, um grupo de cientistas do Instituto de Pesquisa de Massachusetts (MIT) analisou amostras de rochas lunares para encontrar a resposta para essas perguntas. De acordo com os cientistas, essas rochas, formadas há bilhões de anos, ainda mantêm traços do campo magnético que as cercava. Por isso, elas serviram aos pesquisadores para rastrear a evolução desse campo.

Há cerca de 4 bilhões de anos atrás, o campo magnético da Lua era de 100 microteslas, que é a unidade  de medida da densidade do fluxo magnético. Hoje, para fazermos uma rápida comparação, o campo magnético da Terra é de 50 microteslas. No entanto, ao contrário da Terra, a Lua perdeu seu campo magnético, em algum momento de sua história. Dentro do estudo, os pesquisadores estimam que isso tenha acontecido há cerca de 1 bilhão de anos.

Por que ele simplesmente desapareceu?

Para entender como o campo magnético desapareceu, primeiro, os pesquisadores precisavam ter clareza sobre como ele surgiu. Em suma, esse escudo foi gerado por meio de duas principais causas. Com isso, a primeira é que, quando a Lua era jovem, cerca de 4 bilhões de anos atrás, ela estava muito mais próxima da Terra do que está hoje. Dessa forma, ao estar tão próxima, a força gravitacional da Terra teria agitado o núcleo líquido do satélite, criando assim, um poderoso dínamo. Com o movimento do dínamo, correntes elétricas que formam o campo magnético puderam ser geradas.

Conforme a Lua se afastava, a gravidade que atingia o dínamo perdia poder e foi ficando mais fraca. Portanto, o campo magnética também perdeu força. Depois disso, devido ao afastamento, cerca de 2,5 bilhões de anos atrás, a gravidade da Terra deixou de ter um efeito no núcleo lunar, que começou a se cristalizar. Dessa forma, a cristalização fez os líquidos se moverem. Por isso, o núcleo da Lua continuava produzindo um campo magnético, mesmo que mais fraco. Contudo, quando o núcleo se cristalizou por completo, o dínamo finalmente parou de funcionar.

De acordo com os cientistas, cerca de um bilhão de anos atrás, o campo magnético da Lua era de 0,1 microteslas. Depois disso, ele desapareceu próximo a essa data. Além disso, atualmente, a Lua ainda continua a se mover para longe da Terra, cerca de 4 centímetros por ano.

Próxima Matéria
Via   BBC  
Imagens BBC
Erik Ely
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+