• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Entenda como alho e cebola podem diminuir os riscos de câncer de mama

POR Jesus Galvão    EM Ciência e Tecnologia      30/09/19 às 18h23

Cebola e alho são dois ingredientes básicos da culinária de muitos países e culturas, incluindo a comida brasileira. Muitas pratos, em nosso país, costumam ser preparados utilizando ao menos um deles. Até mesmo, no simples e cotidiano arroz branco, alho e cebola se unem para dar um toque todo especial ao preparo.

Além de deixar os alimentos ainda mais gostosos, esses ingredientes também podem reduzir o risco de câncer de mama. De acordo com os resultados de um estudo, liderado por pesquisadores da Universidade de Buffalo (UB) e da Universidade de Porto Rico, foi o que se provou. Em suma, os resultados do estudo foram publicados na revista científica, Nutrition and Cancer.

Em síntese, nas pesquisas, os pesquisadores analisaram a relação entre o consumo de cebola e alho e o câncer de mama. Os experimentos foram realizados em Porto Rico, na América do Norte. O estudo foi realizado entre 2008 e 2014, e incluiu 314 mulheres com câncer de mama . Do mesmo modo também contou com 346, sob observação.

"Descobrimos que entre as mulheres porto-riquenhas, a ingestão combinada de cebola e alho estava associada a um risco reduzido de câncer de mama", disse Gauri Desai, principal autora do estudo e estudante de doutorado em epidemiologia, na Escola de Saúde Pública e Profissões da Saúde da UB.

As análises, entre as mulheres porto-riquenhas, levaram em consideração aquelas que faziam a ingestão do sofrito, um condimento básico da culinária porto-riquenha. Em suma, este é composto por cebola e alho. Dessa forma, eles descobriram que aquelas que consumiam sofrito mais de uma vez por dia, reduziram 67% os riscos de câncer. Entretanto, é claro, os valores eram em comparação com aquelas que nunca comeram.

Poderosa combinação

A ideia para o estudo partiu de evidências científicas. Em suma, elas já eram conhecidas sobre os efeitos protetores, contra o câncer, desses dois ingredientes. "Estudar mulheres porto-riquenhas que consomem muita cebola e alho foi único", disse Desai. Do mesmo modo, a pesquisadora ainda acrescentou que a ingestão de alho e cebola foi associado à diminuição do risco de câncer, e não o preparo do sofrito.

De acordo com pesquisadores, alguns estudos, realizados na França, México, Taiwan e China, resultaram em uma inversa associação, entre a ingestão de cebola, alho e o câncer de mama. Por outro lado, em estudos de pesquisadores holandeses e italianos, nenhuma associação foi observada.

Ainda segundo Desai, Porto Rico foi escolhido pelos pesquisadores devido ao grande consumo de alho e cebola pelas mulheres. Isso, se comparado ao consumo nos Estados Unidos e na Europa. Além do mais, "Porto Rico tem taxas mais baixas de câncer de mama em comparação com os EUA, o que o torna uma população importante para estudar", disse Desai.

Cebola & Alho

"Há muito pouca pesquisa sobre câncer de mama, em Porto Rico. Em síntese, este estudo foi uma colaboração entre meus colegas aqui na UB e na Universidade de Porto Rico, para nos ajudar a entender porque as taxas são mais baixas do que no resto dos EUA, e porque as taxas continuam a aumentar, enquanto diminuem no resto dos Estados Unidos ", disse Jo Freudenheim, coautor do estudo.

Mas, vocês devem estar se perguntando, por que os pesquisadores resolveram focar nesses dois ingredientes? Segundo Desai, "cebola e alho são ricos em flavonóis e compostos organossulfurados". Ademais, o alho, por exemplo, contém S-Allyl cysteine, sulfeto de dialil e dialil dissulfeto. Já as cebolas contêm sulfóxidos de alc (en) il cisteína.

"Esses compostos mostram propriedades anticarcinogênicas em humanos, bem como em estudos experimentais em animais", disse Lina Mu, coautora do estudo e professora da UB.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião. Posteriormente, não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Próxima Matéria
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+