• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Entenda como elefantas estão ajudando a flora e a fauna da Chapada dos Guimarães

POR Arthur Porto    EM Natureza      29/12/19 às 13h12

A Chapada dos Guimarães, que está localizada a 65 km de Cuiabá, é um dos locais mais esplêndidos do Brasil. Com suas enormes formações rochosas, mirantes e cachoeiras, o Parque Nacional da Chapada dos Guimarães é também uma das principais atrações do Cerrado brasileiro.

O lugar, agora, está ainda mais bonito. Tudo isso, porque a presença de elefantas, no Santuário dos Elefantes, provocou um equilíbrio natural da flora e da fauna na região. De acordo com a Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema), o local, atualmente, abriga quatro elefantas asiáticas. As elefantas receberam o nome de Maia, Rana, Ramba e Lady. Os animais foram resgatadas de circos, onde sofriam maus-tratos.

Santuário dos Elefantes

Segundo publicação do G1, a instituição começou a operar no local há três anos. As áreas, antes utilizadas para pastagem, hoje, estão em plena regeneração e recomposição. Graças à presença das elefantas, a área vem se regenerando.

De acordo com especialistas da secretaria, com a reconstituição natural do Cerrado, a oferta de alimentos tem aumentado consideravelmente. Com isso, diversos tipos de animais estão, novamente, habitando o lugar. Muitos não eram vistos há anos, como, por exemplo, perdizes e antas.

Recentemente, a secretária estadual de Meio Ambiente, Mauren Lazzaretti, realizou uma visita técnica. O objetivo era ver de perto todas as mudanças que vêm sendo ocasionadas na região. Após a visita, Lazzaretti destacou a importância de documentar todas as alterações. Os registros, assim, podem servir como fontes de pesquisas para universidades, ou como referência para futuros projetos.

As mudanças

Além do alto índice de regeneração, a Secretaria Estadual de Meio Ambiente constatou também marcas de patas de anta às margens de um riacho. As marcas compravam, segundo a Sema, a diversidade da fauna na região.

O Santuário possui licença de operação para abrigar até seis animais, em uma área de mais de 20 hectares. A permissão foi emitida pela Sema. No entanto, o santuário solicitou ao órgão, a ampliação da licença. Caso seja permitido, o Santuário poderá abrigar até 10 animais. O pedido, no momento, está sendo estudado pela secretaria.

O santuário em Chapada dos Guimarães é o único da América Latina. Ao todo, no mundo, existem apenas seis santuários. O Brasil foi um dos países escolhidos para a instalação do Santuário, devido a seu posicionamento geográfico e por ter arcabouço legislativo mais favorável.

Para receber os elefantes de outros países na América Latina, é preciso seguir os critérios estabelecidos na Convenção sobre o Comércio Internacional das Espécies da Fauna e da Flora Silvestres Ameaçadas de Extinção.

Lady, uma das elefantas que vivem no Santuário, chegou este ano, no mês de novembro. A elefanta teve que percorrer mais de 3 mil quilômetros. Segundo o G1, Lady estava em um zoológico em João Pessoa (PB). A elefanta tem cerca de 45 anos e passou a maior parte de sua vida em circos.

Já no primeiro dia, Lady demonstrou estar bem disposta e se acostumando à nova morada. A imponência natural da Chapada dos Guimarães justificou, em 1989, a criação do parque nacional que leva seu nome. Na área de conservação, fica a maior gruta de arenito do Brasil.

Próxima Matéria
Via   G1  
Imagens G1
Arthur Porto
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+