icone menu logo logo-fatos-desconhecidos.png


Entenda a diferença entre Lua Azul, Superlua e Lua de Sangue

POR Isabela Ferreira    EM Ciência e Tecnologia      31/01/18 às 18h04
capa do post Entenda a diferença entre Lua Azul, Superlua e Lua de Sangue

Nosso universo é repleto de maravilhas e curiosidades. Se você já teve a oportunidade de olhar para os céus em uma noite estrelada, por exemplo, sabe muito bem do que estamos falando. Provavelmente, você dever ter escutado falar sobre o raro fenômeno envolvendo a lua que aconteceria no dia de hoje, 31 de janeiro de 2018. Foi encarada como a mais completa Superlua ocorrida entre as últimas décadas.

Trata-se de um fenômeno triplo provocado por um eclipse lunar completo, gerando tons avermelhados, a lua azul e também a Superlua. Por ser tão complexo, os astrônomos começaram a chamá-lo de "Superlua azul de sangue"... Resultado de uma lua azul e um eclipse lunar, em combinação com a lua em seu ponto mais próximo de nosso planeta. Apenas para que você tenha ideia, o evento é tão raro que foi avistado pela última vez na Europa, no ano de 1982. Enquanto isso, os norte-americanos não o viam há mais de 150 anos.

Mais uma vez, nós brasileiros não pudemos presenciar um acontecimento de tamanha proporção. Segundo Cássio Barbosa, professor e astrônomo do centro universitário FEI: "O eclipse é o resultado do alinhamento entre o sol, a Terra e a lua. Mas nós não estamos na face da Terra que enxerga o alinhamento. Se a Terra fosse plana isso não seria problema".

Apenas aqueles localizados em regiões da América do Norte, Pacífico, Nova Zelândia, leste da Rússia e Austrália foram privilegiados. Mas vale lembrar que a Superlua ainda poderá ser vista por nós esta noite. Para visualizá-la não é necessário estar em um ponto específico do planeta. Mas afinal, o que é cada um desses fenômenos? Embora tenham ocorrido de forma simultânea, os três são eventos diferentes e que podem ocorrer de forma isolada. São eles:

Lua Azul

Este é apenas o nome dado à segunda lua cheia que acontece no mês. Na verdade, não passa de um referência em nosso calendário, fazendo com que não haja nenhum tipo de alteração na cor do satélite.

Superlua

Ocorre quando há o alinhamento entre o sol, a Terra e a lua. Ao mesmo tempo em que a a lua cheia atinge seu perigeu, que é quando alcança seu ponto mais próximo da órbita ao redor de nosso planeta. Dessa forma, podemos vê-la cerca de 14% maior em nosso céu e aproximadamente 30% mais brilhante do que o normal.

Lua de Sangue

O termo "lua de sangue" é apenas coloquial, utilizado para determinar a aparência avermelhada assumida pelo satélite. Faz referência a um eclipse lunar total, que acontece quando a Terra, o sol e a lua estão em alinhamento perfeito. Quando a lua fica completamente eclipsada, assume tons de vermelho. Durante o evento, a luz solar passa a ser totalmente bloqueada pela sombra da Terra. Os raios solares são projetos e escurecidos pela lua, assumindo aquela tonalidade que mais se parece com o pôr do sol.

E então pessoal, o que acharam? Realmente interessante, não é mesmo? Compartilhem suas ideias com a gente aí pelos comentários!


Próxima Matéria
Via   G1     G1     The Sun     Space  
avatar Isabela Ferreira
Isabela Ferreira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest