• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Entenda porque a temperatura corporal média não é mais 37º C

POR Bruno Dias    EM Curiosidades      21/01/20 às 15h56

O nosso corpo sempre está em uma temperatura agradável. De acordo com os especialistas, essa é uma forte arma evolutiva, compartilhada pelas aves e pelos mamíferos. Esse fator, aliás, é capaz de nos dar explosão muscular e velocidade de reação em qualquer clima. Isso porque, se tivéssemos que esperar a temperatura ambiente para nos mexer, nosso organismo seria sempre lento demais, até para suas funções naturais.

Aprendemos que essa temperatura corporal média é de 37º Celcius. Mas acontece que agora, essa informação está errada. De acordo com o estudo feito pela Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, foi descoberto que essa média está baixando, desde a década de 1860.

Segundo o explica Julie Parsonnet, a autora principal do estudo, os médicos que analisam a temperatura corporal sabem que ela não é mais 37 graus, há anos. Mas existia o medo de que as medidas antigas não fossem tão confiáveis e de que, na verdade, não estava acontecendo uma diminuição real da média da temperatura corporal.

Nesse novo estudo, os pesquisadores mostram duas evidências que provam que essa diminuição é real. Ela é visível nos conjuntos modernos de dados, que tem termômetros que supostamente são mais confiáveis. E também nas pessoas mais velhas, que têm temperaturas corporais mais altas do que os mais jovens. Isso, sem depender das datas do conjunto de dados.

Diferenças

Se mais diferenças fossem observadas seria porque teria um problema de medida ou eficácia dos termômetros. Mas isso não aconteceu.

Para chegar no resultado da pesquisa, Parsonnet e sua equipe analisaram três conjuntos de dados. O primeiro desses conjuntos foi o mais difícil de conseguir.

Ele era um conjunto antigo o suficiente para cobrir o século XIX que tivesse incluso a temperatura corporal. Os cientistas conseguiram informações de 23.710 veteranos do exército americano cujas temperaturas foram medidas entre 1860 e 1940.

Os outros conjuntos da dados eram dos anos de 1971 a 1975 e de 2007 a 2017. Ao todo, foram 677.423 medidas de temperaturas corporais foram inclusas na análise.

A temperatura corporal do americano diminuiu 0,03º Celcius por década. Esse resultado significa que os homens nascidos no começo do século XIX tinham temperaturas corporais em média, 0,59º C mais altas do que os homens nascidos hoje em dia.

Os dados analisados para as mulheres foram do mesmo período de tempo. E a tendência é parecida. A diminuição foi de 0,32º Celcius, desde os anos 1890.

Temperatura

Resumindo, a temperatura corporal média do ser humano hoje, é de aproximadamente 36,6º Celcius e não 37º.

"O declínio que vimos das décadas de 1860 a 1960, vemos o mesmo da década de 1960 até hoje. Acho que não há muita diferença nos termômetros entre os anos 1960 e hoje", disse Parsonnet.

O fato é que as pessoas estão "esfriando", e os pesquisadores têm algumas hipóteses sobre o porquê disso estar acontecendo.

"A explicação mais provável, na minha opinião, é que, microbiologicamente, somos pessoas muito diferentes do que éramos [no passado]. Pessoas modernas têm menos infecções, graças a vacinas e antibióticos, por isso nosso sistema imunológico é menos ativo e os tecidos do nosso corpo menos inflamados. Se isso for verdade, a temperatura corporal também deveria ter caído em outros países onde a saúde das pessoas melhorou", explica Parsonnet.

De acordo com que os cientistas dizem, a tendência deve continuar. "Há um limite, não chegaremos a uma temperatura de zero, mas não sei qual é [esse limite] ainda", conclui.

Próxima Matéria
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+