icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


Entenda porque essa ilha da Indonésia fechou para visitantes

POR Diogo Quiareli EM Curiosidades 10/04/19 às 16h05

capa do post Entenda porque essa ilha da Indonésia fechou para visitantes

O nosso globo terrestre é composto por diversas ilhas que formam os continentes. Bem diferentes uma das outras, essas ilhas possuem características próprias e marcantes. A diferença no clima, na fauna e na flora são as principais diferenças entre elas. No entanto, existe uma ilha que chama muito a atenção do mundo inteiro e essa é a Ilha de Komodo, na Indonésia. Por lá, existe o Dragão-de-Komodo, ou também conhecido como crocodilo da terra. Essa é uma espécie de lagarto que vive na ilha e pertence à família de lagartos-monitores Varanidae. É a maior espécie de lagarto conhecida até hoje. O réptil pode medir até 40 centímetros de altura e ter entre 2 e 3 metros de comprimento, além de pesar até 166 quilos.

Eles são exclusivos dessa ilha e isso desperta a curiosidade de turistas do mundo inteiro. Biólogos viajam para o lugar a fim de conhecê-los e estudarem. Os dragões-de-komodo estão sob as maiores proteções, pois são raros e, como afirmamos, são naturais apenas dessa ilha. Eles costumam comer carniça e também caçam, fazendo emboscadas para presas, que inclui invertebrados, aves e outros mamíferos da ilha. Eles só foram descobertos em 1910, por cientistas ocidentais. No entanto, recentemente, a ilha foi fechada para humanos e não podemos mais visitá-la.

Pensando um pouco sobre a história desse réptil e seu habitat natural, resolvemos trazer essa matéria. A redação da Fatos Desconhecidos buscou o motivo pelo qual a sua ilha foi fechada e porque os humanos estão proibidos de acessá-la. Confira conosco e nos ajude compartilhando essa informação com seus amigos.

Motivo do fechamento da ilha

Segundo uma decisão anunciada por autoridades recentemente, as pessoas não podem mais visitar a Ilha de Komodo porque estava havendo muitos roubos de animais. O contrabando de dragões-de-komodo aumentou bastante e chamou a atenção de autoridades em East Nusa Tenggara, província ao sul da Indonésia. Eles decidiram bloquear temporariamente as atividades nessa ilha. Essa decisão ocorreu dias após nove homens irem presos, suspeitos de vender dezenas de dragões-de-komodo. De acordo com as autoridades, 40 animais foram traficados e cada um entregue por US$ 35 mil. A maior parte foi comprada por asiáticos.

As autoridades disseram que o local pode ficar fechado por até um ano inteiro. Essa ilha é composta por três espaços. Juntos, eles formam o Parque Nacional de Komodo. Com essa paralisação, esperam que a população dos dragões-de-komodo aumente, além da preservação do seu habitat natural. Além dos dragões, cacatuas e outras aves foram apreendidas. A espécie é muito conhecida por seu sangue, que os torna imune às mordidas de outros dragões-de-komodo. Alguns cientistas já demonstraram interesse em usar o sangue do animal em antibióticos para humanos. O fechamento do local tem preocupado as pessoas da região, pois isso acarretaria uma queda da economia local, além de não ser uma garantia de que os animais não serão roubados.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.


Próxima Matéria
avatar Diogo Quiareli
Diogo Quiareli
Geminiano, 26 anos, goiano. Amante de música pop, fã de Katy e Luan.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest