icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


Entenda porque essa professora usou a mesma roupa durante 100 dias

POR Leticia Rocha EM Entretenimento 05/04/19 às 17h33

capa do post Entenda porque essa professora usou a mesma roupa durante 100 dias

Você deve estar se perguntando porque alguém usaria a mesma roupa durante 100 dias. E tudo bem, essa não é uma prática muito usual e nós entendemos sua curiosidade. Acontece que essa professora de artes, chamada Julia Mooney, de Nova Jersey, decidiu usar o desafio para falar com as pessoas sobre o consumismo desenfreado. E nem tente fugir da responsabilidade, pois muito provavelmente você já abriu seu armário e disse "não tenho nada para vestir", quando na verdade, o armário estava cheio de peças que você simplesmente não queria usar.

A pergunta é: se você não pretendia usar, por que comprou? Por impulso provavelmente, e bom, isso faz de você um pouco consumista. É preciso estarmos conscientes de tudo o que consumimos e as roupas também entram nessa conta.

Como a produção de roupas pode ser maléfica?

Você deve estar se perguntando, por que meu consumismo com roupas é prejudicial ao mundo? Bom, saiba que isso pode ser prejudicial de várias formas diferentes. Então vamos listar algumas dessas formas que provam que esse consumismo é mesmo maléfico. Como a demanda por produção de roupas se torna muito grande e pesada, algumas empresas acabam transferindo sua produção para países estrangeiros. E o que acontece? Alguns desses países usam trabalho escravo e às vezes até infantil para garantir a baixa mão de obra.

Algumas das pessoas que trabalham nessas empresas recebem 3,5 vezes menos do que o necessário para se ter uma vida digna. Essa moda rápida também afeta negativamente o meio ambiente. Para produzir uma única camiseta de algodão são gastos mais de 2700 litros de água. Além disso, para produzir um par de jeans libera-se a mesma quantidade de gás de efeito estufa que um carro depois de percorrer mais de 100 quilômetros.

Um vestido por 100 dias

Foi por essas razões que citamos acima que a professora decidiu usar apenas um vestido por 100 dias. Se ele rasgasse, ela iria remendar, como faziam antigamente. Se criticassem, falando sobre as repetidas vezes que usou, ela lembraria que bom ele estava sempre limpo. Água e sabão servem para isso. Além disso, o fato de ser mãe de dois filhos de quem precisava cuidar, o fato de não ter que escolher o que vestir ajuda muito. Deixa as coisas mais ágeis. Sem contar que a professora também pode economizar espaço no armário.

Aliás, é importante frisar que Julia não está mais vestindo o mesmo vestido. Isso ocorreu somente durante o desafio. No entanto, essa ideia de consumo consciente a professora decidiu levar para a vida. Reduziu significativamente as peças de seu guarda-roupa e parou de comprar peças de que realmente não precisa. Julia tenta com sua atitude mostrar à filha e as demais pessoas que o consumo de roupas consciente é possível e que fazendo isso, você pode estar cooperando para um mundo melhor.


Próxima Matéria
Via   brightside  
avatar Leticia Rocha
Leticia Rocha
Jornalista e aprendiz de Dani Noce. No insta é ticia_rochaa
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest