icone menu logo logo-fatos-desconhecidos.png


Entenda porque esse professor de Harvard acredita ter encontrado prova de vida alienígena

POR Erik Ely    EM Ciência e Tecnologia      21/01/20 às 19h47
capa do post Entenda porque esse professor de Harvard acredita ter encontrado prova de vida alienígena

Recentemente, Avi Loeb causou uma das maiores polêmicas do mundo científico. Ao afirmar que poderíamos ter encontrado prova de vida alienígena, Loeb chamou a atenção de astrônomos e fanáticos por extraterrestres.

Mesmo sendo considerado parte do grupo dos cientistas "sérios", Loeb apresentou, recentemente, uma das opiniões mais controversas do mundo da ciência. De acordo com o físico, o objeto Oumuamua, identificado em 2017, poderia ser, de fato, um artefato de uma civilização inteligente.

Conheça o Oumuamua, um possível objeto alienígena

Visto pela primeira vez em 2017, o Oumuamua chamou a atenção dos cientistas. Durante um período de três noites, vários telescópios o seguiram. No entanto, depois disso, seu rastro foi perdido. Contudo, mesmo anos depois, o objeto continua a chamar a atenção de pesquisadores. De fato, com 400 metros de comprimento e uma largura dez vezes menor, seu tamanho já assustava. Além disso, o objeto avermelhado girava rapidamente e sua trajetória mudava de maneira abrupta.

Inicialmente, o objeto foi identificado como um cometa ou asteroide. Mas logo, a teoria levantou dúvidas, uma vez que seu brilho era dez vezes mais intenso que o dos astros. Com isso, as polêmicas começaram quando cientistas publicaram um estudo avaliam sua origem como "artificial". Dessa forma, de acordo com Shmuel Bialy e Avi Loeb, autores do estudo publicado na revista Astrophysical Journal Letters, sua origem poderia ser alienígena. "Oumuamua pode ser uma sonda totalmente operacional enviada intencionalmente para as proximidades da Terra por uma civilização alienígena", escreveram os cientistas. Ou ainda, o objeto poderia se tratar de "um resto de equipamento tecnológico avançado".

Inicialmente, Loeb sugeriu inicialmente que se tratasse de uma vela solar, flutuando no espaço. Tudo por conta de sua velocidade, de 26 km/s, e aceleração rumo ao Sol sem a detecção de emissões de gases. No entanto, ao longo de sua pesquisa, Loeb nunca descartou a possibilidade de se tratar de uma vida alienígena, bem diante dos nossos olhos. Desde então, Loeb se tornou um "pop star" da ciência. Recentemente, ele está, inclusive, sendo procurado para adaptar sua história de vida e carreira para o cinema.

Uma civilização alienígena enviada para estar próxima da Terra

Embora Loeb não confirme a teoria que se trata de aliens, ele não consegue achar uma outra resposta que justifique o caso. Dessa forma, ele afirma sua versão em todas as suas falas. "Este é o primeiro objeto descoberto no sistema solar que se originou fora do sistema solar. Desde a sua descoberta, Oumuamua tem mostrado características incomuns que o tornam um objeto raro, pertencente a uma classe de objetos não vista antes", disse Loeb.

Para reforçar sua teoria, Loeb compara o Oumuamua  com as nossas velas solares. Por exemplo, a IKAROS, a primeira sonda interplanetária impulsionada com uma vela solar funciona de maneira semelhante ao que foi visto. "O que poderia causar o excesso de aceleração do Oumuamua? Essa é a questão fundamental que tentamos responder. Se não é a cauda de um cometa que o empurra, o que mais poderia ser? Nossa hipótese é de que se trata da radiação solar", explicou o cientista.

Se sua teoria estiver correta, essa é não é uma resposta para a pesquisa, mas apenas o começo de uma nova. "Se o Oumuamua é parte de uma coleção de objetos, tem de haver mais para descobrirmos no futuro. Apenas uma fração de objetos interestelares serão restos tecnológicos de uma civilização alienígena. Mas precisamos examinar qualquer coisa entre no sistema solar, a partir do espaço interestelar para conhecer a verdadeira natureza do Oumuamua ou de outros objetos misteriosos", disse o cientista.


Próxima Matéria
Via   Visão     BBC     Revista Galileu  
avatar Erik Ely
Erik Ely
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest