• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Entenda porque a função soneca do seu despertador não faz bem à saúde

POR Diogo Quiareli    EM Curiosidades      11/06/19 às 17h32

Acordar cedo é uma tarefa um tanto quanto complicada para muitas pessoas, não é mesmo? Convenhamos que ninguém de fato gosta disso. Apenas nos acostumamos pela necessidade. Nada dói tanto quanto o despertar do celular ou do despertador pela manhã, nos avisando de mais um dia. Muitas pessoas utilizam a função soneca ao acordar, assim prolongando um pouquinho mais aquele descanso. Há ainda quem abusa disso e mantenha tal funcionalidade presente dia após dia. Uns minutinhos a mais debaixo das cobertas é o que precisamos para reunir os pensamentos e planejar o dia, não é verdade?

No entanto, esse cochilinho, que parece algo inofensivo, pode ser um tanto quanto devastador. Foi apontado em estudos que a função soneca do despertador causa sérios danos à saúde do nosso corpo e até da mente. Para começar, é necessário compreender porque estamos usando a função soneca. Para diversas pessoas, isso pode significar um problema significativo em relação ao processo de sono. Foi demonstrado que esse sono deficiente está associado a diversos distúrbios de saúde, incluindo pressão alta, problemas de memória e até mesmo controle de peso.

Um especialista, que estuda respostas ligadas às dores humanas, testou de forma extensa o sono. Além disso, o profissional investigou como o mesmo afeta as condições dolorosas do organismo. Após alguns testes, ele e sua equipe descobriram que vários dos seus pacientes com dores crônicas também sofrem com distúrbios do sono. A partir daí, diversos questionamentos surgiram a respeito disso.

Como é uma noite de sono normal?

Se alguém ainda tem sono quando o alarme dispara, é útil usar o botão soneca? Embora não existam estudos científicos que abordem de forma específica esse tópico, a resposta é "não". O nosso relógio natural regula as funções por meio do que é conhecido como ritmo circadiano, que são mudanças físicas, mentais e comportamentais que seguem um ciclo diário, como um relógio. A maior parte dos adultos precisa dormir entre sete horas e meia e oito horas por noite.

Esse período permite gastar o tempo adequado nos estágios do sono. Esses são classificados como "sem movimento rápido dos olhos" e como "com movimento rápido dos olhos". Tendemos a passar por três etapas desse estágio sem movimento rápido dos olhos, e de quatro a seis do outro, por noite. A primeira parte consiste em um sono mais profundo, pesado, e a última etapa algo mais leve.

Sono sem soneca

Uma noite de sono completa é importante para a restauração do corpo e da mente. Se esse processo é perturbado, tendemos a despertar nos sentindo ainda mais cansados pela manhã. A opção soneca pode interferir em algumas coisas, como perturbar sequências normais de sono e causar ronco ou até mesmo apneia do sono. O uso dessa opção geralmente começa na adolescência, quando nossos ritmos circadianos são alterados, fazendo com que queiramos ficar acordados durante mais tempo e despertar mais tarde pela manhã. Acontece que os minutos da opção soneca não reparam o nosso sono, e sim causam mais danos à saúde de modo geral.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.

Próxima Matéria
Diogo Quiareli
Geminiano, 25 anos, goiano.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+