icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


Entenda porque o novo game de 'Animal Crossing' não pode ser jogado na China

POR Erik Ely EM Curiosidades 14/04/20 às 14h47

capa do post Entenda porque o novo game de

Recentemente, o novo game de 'Animal Crossing' se tornou uma febre em meio a quarentena. Isso porque, o jogo simula uma vida ao ar livre. No entanto, o jogo não pode ser jogado na China. Pedidos pela independência de Hong Kong, feitos pelo ativista Joshua Wong, motivaram retirada de 'Animal Crossing' das plataformas de comércio eletrônico.

Dessa forma, um jogo de Nintendo Switch foi retirado das plataformas de comércio eletrônico no mercado paralelo chinês. Tudo aconteceu depois que o ativista Joshua Wong, de Hong Kong, utilizou o game para protestar contra o domínio da China no território que, embora autônomo, é controlado por Pequim.

"Hong Kong independente, revolução agora"

O jogo, "Animal Crossing: New Horizons", disponível para Nintendo Switch, se trata de um simulador social, no qual os jogadores podem decorar sua própria ilha e convidar amigos para visitá-la. Desse modo, o jogo foi lançado no mês passado e se tornou um verdadeiro sucesso. Por conta da pandemia do novo coronavírus, o jogo passou a ser utilizado para simular cenários reais, enquanto os jogadores vivem presos em quarentena.

E já que o jogo se tornou um grande meio de interação social, Joshua Wong, ativista em Hong Kong, levou seus protestos para o mundo virtual. Desse modo, desde a última semana, ele vem postando capturas de tela em seu Twitter. Nelas, Wong mostra sua ilha decorada com um banner, onde é possível ler "Hong Kong independente, revolução agora". Para conferir o tweet, basta clicar aqui.

Atualmente, o governo chinês mantém regras rígidas sobre todo tipo de conteúdo, desde videogames a músicas e filmes. Assim, o governo costuma censurar tudo aquilo que acredita violar os principais valores socialistas. Por isso, as desenvolvedoras de jogos também precisam buscar licenças especiais para que seus jogos sejam publicados na China.

Por conta desse cenário, a Nintendo faz as vendas de seus consoles na China, em parceria com a gigante tecnológica Tencent, desde dezembro do ano passado. No entanto, apesar de poderem comprar os dispositivos, jogadores chineses só podem acessar conexões multiplayer com edições estrangeiras. Sendo esse, também é o caso de 'Animal Crossing'. Essas edições podem ser encontradas em Pinduoduo e Taobao, por exemplo.

Novas formas de jogar 'Animal Crossing'

Desde a publicação de Wong no Twitter, as pesquisas pelo nome do jogo no Pinduoduo não retornam mais resultados. Contudo, no Taobao, plataforma do Alibaba, alguns fornecedores tentam contornar a repressão. Assim, eles direcionam compradores à listagens que vendem o jogo sem usar seu verdadeiro nome.

Alguns jogadores de "Animal Crossing", na China, criaram cenários com pontos de verificação de temperatura. Além disso, também há avatares usando máscaras, tudo para espalhar o mundo real. Desde então, Wong compartilhou imagens de sua ilha, mostrando fotos do presidente chinês, Xi Jinping, e do chefe da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom, em simulações de funeral, com placas dizendo "pneumonia de Wuhan". Desse modo, ainda não está claro se a retirada do jogo surge como uma ordem do governo chinês ou um ato voluntário das plataformas de venda. Até o momento, os representantes da Pinduoduo e Alibaba não comentaram a situação.


Próxima Matéria
Via   Olhar Digital  
Imagens Olhar Digital
avatar Erik Ely
Erik Ely
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest