• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Essa ave é completamente preta (até mesmo sua carne e ovos)

POR Arthur Porto    EM Mundo Animal      20/09/19 às 18h10

A espécie é conhecida como Ayam Cemani e, literalmente, significa "galinha preta". Nativas da Indonésia, as galinhas Ayam Cemani parecem ter sido, geneticamente, modificadas. Em suma, essa ave possui características bem exóticas e, por isso, chama bastante atenção, tanto no próprio país, como no exterior.

Embora existam, hoje, diversas espécies de galinhas pretas, especialmente na Ásia, como a Silkie, a espécie Ayam Cemani destaque-se por um único motivo. Elas são completamente pretas. Tanto sua parte externa, como a interna também. Sua pele, pernas, olhos, língua, órgãos, enfim, tudo, na ave, é preto.

A raça

A raça é bastante difícil de ser encontrada em outros países. Por ser tão exótica, alguns exemplares da espécie chegam a valer cerca de R$ 5,6 mil. Estima-se que o galo Ayam Cemani pode chegar a pesar até 2,5 quilos. Em contrapartida, a galinha não passa de 1,5 quilos.

Eventualmente, uma galinha Ayam Cemani coloca cerca de 150 ovos por ano. Em alguns países, sua carne é vendida como iguaria. De acordo com especialistas, a carne, geralmente, é consumida por pessoas que desejam aumentar a massa muscular, retardar os efeitos do envelhecimento ou aliviar sintomas de algumas doenças, como, por exemplo, a diabetes.

Além de sua carne ser uma iguaria em boa parte da Ásia, a ave também é utilizada em rituais religiosos. Isso mesmo. De acordo com a Greenfire Farms, a espécie também ganhou fama por, supostamente, possuir "poderes místicos". Acredita-se que a escuridão da ave a torna uma "ponte ideal entre o mundo material e o sobrenatural".

A Greenfire Farms é uma empresa com sede na Flórida, nos Estados Unidos, que comercializa a da ave. A empresa vende um exemplar da raça por cerca de R$ 700. No mercado negro, os preços variam, obviamente.

A cor

De acordo com especialistas, a maioria dos vertebrados possui um gene conhecido como endotelina 3, ou EDN3. Uma das funções de tal gene é controlar a cor da pele. Quando uma ave está se desenvolvendo, certas células, como as dos folículos da pele e penas, produzem o EDN3. Em seguida, o EDN3 desencadeia a migração de melanoblastos, ou células que criam cor.

No entanto, no caso da Ayam Cemani, a raça de galinhas hiperpigmentadas, praticamente todas as células do corpo expressam EDN3. Isso faz com que a produção de melanoblastos seja 10 vezes maior. E é por esse motivo que a raça parece ter sido marinada em nanquim.

Até hoje, pouco se sabe sobre a raça. Originalmente, a mesma sempre foi encontrada em Java Central e do Leste, na Ilha de Madura e em Sumatra. Atualmente, variantes da raça podem ser encontradas, em boa parte do mundo.

A primeira referência sobre a espécie foi feita por Marco Polo, mercador, embaixador e explorador veneziano. Em 1298, após viajar pela Ásia, o explorador escreveu, em seus registros, inúmeras observações sobre a raça Ayam Cemani.

Mesmo que a raça exista, há vários séculos, os animais ainda seguem sendo considerados raros. Além disso, das diferentes espécies existentes de galinha, apenas uma é reconhecida pela American Poultry Association: a silkie, raça de galinha conhecida por possuir diversas características incomuns.

Próxima Matéria
Via       Compre Rural  
Arthur Porto
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+