icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


Essa modelo tem apenas 26 anos, mas é sua rara condição na pele que a faz tão especial

POR PH Mota EM Entretenimento 10/07/17 às 15h36

capa do post Essa modelo tem apenas 26 anos, mas é sua rara condição na pele que a faz tão especial

A indústria da moda muitas vezes caminha com base em conceitos superficiais, por desenvolver muito foco na aparência, e somente nisso. Por outro lado, para cada pessoa que se sente sem representação nas passarelas e capas de revista, existe algum pioneiro que se colocou nas linhas de frente para enfrentar preconceitos e redefinir o que significa "se parecer com uma modelo."

Para Sara Geurts, uma modelo de 26 anos de idade com uma rara condição de pele, isso significou aceitar as partes do próprio corpo que ela mesma já tinha considerado feias e transformá-las em qualidades valiosas.

Sara Geurts tinha apenas 10 anos de idade quando foi diagnosticada com uma rada condição genética chamada síndrome de Ehlers-Danlos, ou Cútis elástica. O problema causa dores severas nas juntas e ossos frágeis, além de retardar a produção de colágeno, fazendo com que a pele se torne elástica e sensível, com uma aparência enrugada.

Por conta da condição de saúde, Geurts tem uma pele que apresenta diversas rugas prematuras que a fazem parecer muito mais velha do que realmente é. Agora, aos 26 anos, ela está determinada a mostrar para o mundo que não tem que ter vergonha de nada em sua própria aparência.

"Minha pele era a minha maior insegurança", comentou Sara num vídeo sobre a própria carreira. "Mas agora eu acho que é a coisa mais bonita que existe. Cada imperfeição que você tem é individual e conta uma história sobre você e quem você é, suas lutas e a jornada pela qual você tem passado."

Depois de passar um término de relacionamento duro, quando tinha 22 anos, um grupo de suporte ajudou Sara a mudar o olhar sobre seu corpo, vendo tudo de uma maneira mais sutil e bondosa. Agora, ela se sente muito mais confiante do que jamais esteve. "A singularidade e a raridade, as formas como as linhas e as artes formam os padrões que estão aqui", comentou, "É incrível!"

Conheça também estes modelos deficientes que deram uma lição no mundo todo mostrando que a beleza não tem padrão.

Natural de Minnesota, nos Estados Unidos, Sara agora vive em Los Angeles, onde está numa missão para mudar a forma como pensamos sobre os padrões de beleza propagados na indústria. Ao invés de esconder quem é, Sara decidiu investir na carreira de modelo para tentar expandir os conceitos de beleza da indústria da moda.

Ela já conquistou uma base de fãs de milhares de seguidores em seu perfil no Instagram, criou um projeto de valorização da imagem e do corpo chamado Love Your Lines Campaign (Campanha Ame Suas Linhas, em inglês) e chegou a ser tema de um curta metragem publicado no YouTube (você pode assistir ao vídeo, em inglês). Apesar disso, ela reconhece que demorou um longo tempo para que pudesse ganhar a confiança que tem atualmente.

"Você vai conhecer pessoas que vão se intimidar com você", escreveu recentemente num post do Instagram. No texto, ela destaca que a diferença é algo que provoca a dificuldade de reação e aceitação das pessoas, já que a maioria delas não está acostuma a lidar com pessoas que não tentam se encaixar nos padrões.

"Ao invés de apoiar a sua singularidade, elas vão tentar te fazer estranho ou defeituoso. Eu estou aqui para oferecer uma dica bem valiosa: danem-se todos."

Com seu número crescente de fãs e a nova residência em Los Angeles, ela começa a traçar os primeiros passos de destaque para sua carreira de modelo. Sara, agora, tenta algo grande. Ela quer ser a primeira modelo de destaque diagnosticada com a síndrome de Ehlers-Danlos na esperança de ajudar outras pessoas com essa ou outras condições.

No caminho para a superação do preconceito e das diferenças, Sara se inspira em outras modelos com aparência incomum, como Winnie Harlow, Shaun D. Ross e Melanie Gaydos, que já mostramos aqui, na Fatos Desconhecidos.

Assim como essas modelos, Sara espera alcançar um futuro em que sua história permita chamar atenção para o preconceito e para o valor à diversidade. "Essa provavelmente vai ser a minha aventura para o resto de minha vida", declarou.

Gostou do trabalho e da missão de Sara? Fica claro que, mesmo num mundo com tantos padrões, ultrapassar os limites pode depender apenas da força de vontade e determinação. Conte para a gente o que mais gostou no trabalho da modelo utilizando os comentários.


Próxima Matéria
Via   Allure     Bored Panda     Refinery29  
Imagens Bored Panda
avatar PH Mota
PH Mota
Jornalista que é um encontro Monty Python e A Praça É Nossa.
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest