• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Essas são as coisas que dois estrangeiros aprenderam se mudando para o Japão

POR Jesus Galvão    EM Mundo Afora      08/04/19 às 13h55

Muitos de nós, ao olharmos as espetaculares fotos do estilo de vida dos japoneses acabamos por imaginar que eles vivem em casas ultratecnológicas e luxuosas. No entanto, poucas pessoas podem verdadeiramente pagar para morar em lugares assim. Pessoas comuns no Japão costumam alugar um apartamento simples, que é basicamente como um pequeno apartamento de custo acessível.

Os blogueiros russos Dima Doroshenko e Dmitry Shamov estão morando na terra do sol nascente há alguns anos. Recentemente, a dupla decidiu mostrar como é a vida no Japão de verdade. Bem como são os apartamentos em que vivem os japoneses que não ganham salários expressivos e alguns de seus costumes.

Contrato de aluguel

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por ???? (@yirenaogu) em

Alugar um apartamento sem fiador no Japão é bem difícil. Caso isso aconteça, não espere encontrar um apartamento nas melhores condições. É bem comum que apenas uma pessoa possa morar no mesmo, e os proprietários não permitirão que outra pessoa more com você. Mesmo que haja espaço suficiente para duas pessoas.

Na grande maioria das vezes, os apartamentos são alugados sem nenhum tipo de mobília. Com exceção de alguns que vêm com armários embutidos na cozinha ou no banheiro. A altura média do teto nos quartos é de aproximadamente 2,05 metros. Entretanto, em geral, os batentes das portas são tão baixos que uma pessoa com um pouco mais de 1,70 já enfrentaria algum desconforto.

Outra coisa que é precisa se levar em conta na hora de assinar um contrato de aluguel é se você possui um bicho de estimação. Isso porque raramente as pessoas podem ter bichos de estimação em apartamentos alugados. E quando é permitido, o preço do aluguel do imóvel costuma aumentar muito. Tudo isso porque os japoneses temem que resquícios de pelos desses animais possam causar alergias em seus próximos inquilinos.

Preço do aluguel, espaço, paredes e hall

O preço do aluguel pode variar bastante, geralmente de acordo com a configuração do imóvel alugado. O preço do aluguel, excluindo contas de luz e internet de Dimas Doroshenko é de aproximadamente 500 dólares para uma espécie de kitnet com cozinha separada e uma varanda grande. Ao menos para os padrões japoneses.

Já Dmitry Shamov paga aproximadamente 800 dólares em um apartamento com dois ambientes, um quarto e com uma cozinha grande e um banheiro. Em volta dos prédios é comum uma área designada para o estacionamento de bicicletas ou scooters. Caso você tenha um carro, você não poderá estacioná-lo na propriedade do apartamento. Ele deve ser estacionado em um estacionamento pago.

No Japão, caso você queira comprar um carro você precisa fornecer evidências de que possui um local para estacioná-lo. Em grandes cidades, são construídos edifícios inteiros apenas para o estacionamento de veículos.

Cada apartamento costuma ter 2 caixas de correio. Uma, disposta na entrada principal do edifício, onde costumam ser depositados folhetos publicitários. E a outra que fica acoplada na porta do apartamento, onde correspondências mais importantes são entregues. Esses apartamentos costumam ter escadas e corredores ao ar livre. O que não é muito cômodo em dias chuvosos.

As paredes desses apartamentos costumam ser muito finas. É bem normal ouvir o vizinho conversando. Além de que, em dias de chuvas e fortes ventanias, as paredes costumam balançar muito. O que pode ser bem assustador. A menos até que você se acostume.

Atras das portas, é comum ter um espaço para que as pessoas deixem seus sapatos. Geralmente, as pessoas deixam seus sapatos nestes lugares e entram em suas casas descalças ou com pantufas. Em cada um dos apartamentos, existe um sistema de segurança com equipamento de vídeo, de modo que as pessoas sempre saberão quem está batendo a sua porta.

Cozinha, banheiro e sala de estar

Mesmo nos maiores apartamentos, é comum que tudo nas cozinhas sejam bem compactado. Isso para poder economizar o máximo de espaço possível. E não é incomum que as pessoas não tenham mesas de jantar. Os fornos geralmente são a gás, apesar de que fornos elétricos também são bastante populares por lá.

As pias geralmente possuem um sistema de filtragem de vários níveis, para que assim, nem mesmo as menores partículas de alimentos, acabem entupindo o encanamento. Debaixo delas, costuma ter um armário onde os resíduos são depositados e são descartados em uma data especifica.

Já nos banheiros, uma banheira bem pequena costuma ficar disponível. Aqueles vasos sanitários inteligentes que as pessoas costumam ver em hotéis e casas luxosas raramente são encontrados nesses apartamentos, uma vez que são muito caros.

As salas de estar costumam ficar bem coladas na cozinha e também servem de dormitório. Para economizar espaço, os japoneses costumam dormir em futons. Depois de usá-los durante a noite, eles são enrolados e guardados em armários.

Nas janelas, eles costumam utilizar um tipo de vidro temperado meio fosco, para que os vizinhos não consigam ver o que está acontecendo dentro das casas. Além de que elas costumam ser reforçadas, devido aos terremotos. Outra curiosidade é que caso o prédio não tenha uma escada de emergência fixa, cada um dos apartamentos deve ter uma escada dobrável guardada.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Próxima Matéria
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+