• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Essas seriam as consequências de uma guerra nuclear entre os EUA e a Rússia

POR Cristyele Oliveira    EM Ciência e Tecnologia      23/08/19 às 13h34

Todo mundo sabe o quão destrutivo são as armas nucleares, já tivemos algumas provas disso. Hiroshima que não nos deixa mentir. Mas no caso da cidade japonesa, foi uma única bomba atômica e já fez todo aquele estrago. Agora imagine o que seria no caso de uma guerra nuclear entre duas das maiores potencias do mundo? Não é um cenário muito bom de se imaginar. Até porque independente do país que saísse vitorioso dessa guerra, as consequências para todo mundo seriam catastróficas.

Uma guerra nuclear entre os Estados Unidos e a Rússia, poderia levar o mundo todo a um inverno nuclear, pelo menos como essa simulação mostrou. Em meio as tensões entre os dois países essa seria uma situação muito preocupante. Ainda mais depois que os EUA saíram do Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário (INF) e realizaram um teste de mísseis de cruzeiro de médio alcance.

Uma equipe de pesquisadores fez uma simulação do que aconteceria com a atmosfera caso os dois países entrassem em guerra. Para isso eles usaram um novo modelo climático e o compararam com outra simulação feita pela NASA em 2007. O novo estudo só confirmou o que já se esperava, e que uma guerra nuclear traria consequências dramáticas ao planeta.

A simulação

Pesquisadores da Universidade Rutgers, da Universidade do Colorado e do Centro Nacional de Pesquisa Atmosférica que fizeram essa simulação por meio de um modelo climático. O intuito desse novo estudo era mensurar os danos de uma possível guerra nuclear à atmosfera da Terra.

Publicado no Journal of Geophysical Research: Atmospheres, o estudo descobriu que as detonações nucleares de ambos os países injetariam cerca de 147 milhões de toneladas de fuligem na atmosfera. Na prática, essa fuligem se espalharia pela estratosfera deixando o planeta na escuridão e no inverno nuclear. De acordo com a simulação, a fuligem não ficaria visível por cerca de sete anos.

"No primeiro ano após a injeção, as temperaturas globais caem mais de 7°C", escreveram os autores em seu artigo. "Então, na escuridão duradoura, a Terra veria as temperaturas globais caírem em cerca de 9°C. Os eventos climáticos se tornariam mais variáveis, com mudanças bruscas no ciclo El Niño.  As chuvas seriam reduzidas em cerca de 30% no mundo nos meses seguintes aos ataques. Isso provavelmente causaria grandes problemas para a produção de alimentos".

Consequências

"O uso de armas nucleares dessa maneira pelos Estados Unidos e pela Rússia teria consequências desastrosas em todo o mundo. Para remover completamente a possibilidade de uma catástrofe ambiental como resultado de uma guerra nuclear em grande escala, os tomadores de decisão devem ter uma compreensão completa da situação. Consequências climáticas graves da guerra nuclear e agir em conformidade", disseram os autores.

Contudo, os resultados dessa simulação mostraram apenas o que aconteceria na atmosfera, ela não analise a sobrevivência de um evento como este para a humanidade.

Atualmente existem cerca de 15 mil armas nucleares espalhadas pelo mundo. Novas pesquisas descobriram que apenas 100 ogivas poderiam mergulhar todo o planeta em um inverno nuclear, e que isso poderia afetar até um bilhão de pessoas.

"Em última análise, a redução de arsenais nucleares e o eventual desarmamento de todas as partes com capacidade nuclear são necessários", concluem os autores.

E você, teme a uma possível guerra nuclear? Conta para a gente nos comentários e compartilhe com os seus amigos.

Próxima Matéria
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+