• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Esse casal desapareceu há 75 anos e isso teve que acontecer para eles serem achados

POR Isabela Ferreira    EM Curiosidades      13/09/17 às 16h08

Diariamente, assistindo noticiários de TV ou mesmo lendo matérias na internet, vemos casos e casos de fatalidades que acontecem mundo afora e dentre estas, acabam ocorrendo muitas situações em que pessoas simplesmente desaparecem de forma misteriosa, sem nem mesmo deixar rastros. Muitas famílias são obrigadas a conviver, durante muitos anos, com a angústia e a dor de perder algum de seus parentes, até que tenham algum tipo de resposta. Já outras, nunca recebem nenhuma notícia que possa contribuir para diminuir o sofrimento.

É bastante triste, mas acontece muito mais do que somos capazes de imaginar, e infelizmente, ninguém está livre de passar por isso. Aconteceu na Suíça um caso no mínimo, surpreendente. Há pouco tempo, foram achados dois corpos congelados que estavam localizados na geleira de Tsanfleuron, próximo a uma pista de esqui, e só foram encontrados porque provavelmente, houve derretimento na geleira.

Tratava-se de um casal, e as suspeitas são que os corpos sejam de Marcelin e Francine Dumoulin, que desapareceram nas redondezas, no ano de 1942, quando saíram para cuidar do gado. Foram encontrados com as roupas ainda intactas, sem contar que tinham por perto materiais como mochilas, uma garrafa, relógios e livros.

Marceline Udry-Dumoulin, de 79 anos, é a sétima filha do casal, e conta que passou a vida toda procurando pelos pais. Quando o incidente aconteceu, ela e os irmãos eram muito novos e acabaram sendo adotados por famílias diferentes e com o passar do tempo foram perdendo o contato. Conta ainda que aquela havia sido a primeira vez que a mãe saía em companhia do pai para cuidar do gado, isso porque passou grande parte de sua fase adulta grávida ou adoentada, e era um caminho bastante perigoso.

Marceline diz que chegou a escalar a geleira 3 vezes em busca dos pais, mesmo sendo tão pequena. As buscas locais foram encerradas 2 meses depois do desaparecimento, sem encontrar nenhum vestígio. Na época do desaparecimento, a mulher tinha 37 anos e seu marido tinha 40. Utilizavam roupas que eram muito comuns na época da Segunda Guerra Mundial, e tudo indica que estivessem ali por 75 ou 80 anos. Foram encontrados por um funcionário da própria empresa de esqui que fica por perto.

Bernhard Tschannen, diretor da empresa, relata que seu funcionário primeiro encontrou os pertences, em seguida, avistou partes do que parecia ser um corpo, e ficou em choque quando descobriu que era exatamente isso. Segundo a polícia, para que não restem dúvidas sobre a identidade do casal, um teste de DNA será realizado nos próximos dias, e os pertences encontrados também serão levados para análise.

Segundo um jornal suíço, responsável pela entrevista realizada com Marceline, não foi a primeira vez que um caso do tipo aconteceu, e o derretimento de geleiras na região já possibilitou o registro de outros dois casos.

A filha casal conta, emocionada, que depois de tanto tempo poderá finalmente dar aos pais o enterro que merecem, e que não usará roupa preta, pois não seria muito adequado. Usará branco, que representa muito melhor a esperança que nunca perdeu.

E então pessoal, o que acharam? É um caso realmente chocante, não é mesmo? Conhece algum outro caso parecido? Compartilha com a gente aí nos comentários!

Próxima Matéria
Via   Correio Braziliense     News     BBC  
Isabela Ferreira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+