Esse é o buraco negro mais próximo da Terra já encontrado

POR Erik Ely    EM Ciência e Tecnologia      16/05/20 às 18h51
capa do post Esse é o buraco negro mais próximo da Terra já encontrado

Recentemente, uma equipe liderada por astrônomos do Observatório Europeu do Sul (ESO, em inglês) descobriu o buraco negro mais próximo da Terra já encontrado. De acordo com um estudo, o fenômeno está localizado a "apenas" 1000 anos-luz do nosso planeta e faz parte de um sistema triplo que pode ser visto a olho nu. Para se ter uma ideia da distância, um ano-luz equivale a 9,46 trilhões de quilômetros.

O artigo, publicado no site Astronomy & Astrophysics, mostrou que a equipe observava o sistema binário de estrelas HR 6819 quando descobriu um terceiro corpo no conjunto. Dessa forma, ao analisar os corpos celestes mais profundamente, o grupo descobriu que as duas estrelas orbitavam um objeto invisível a cada 40 dias. "Este sistema contém o buraco negro mais próximo da Terra que conhecemos", afirmou Thomas Rivinius, líder do estudo.

Um fenômeno que pode ser visto sem binóculos ou telescópios

Para os interessados, o fenômeno se encontra Telescopium e, apesar da distância, ele pode ser observado do Hemisfério Sul em noites escuras de céu limpo. Dessa forma, ele pode ser observado sem o uso de binóculos ou telescópios. "Ficamos totalmente surpresos quando percebemos que esse é o primeiro sistema estelar com um buraco negro que pode ser visto a olho nu", afirmou Petr Hadrava, coautor do estudo.

Contudo, esse é um fenômeno único e não interage de forma violenta com o ambiente. Portanto, parece realmente algo que realmente vem da ausência total de luz. Mas, mesmo assim, no meio dessa "escuridão", os astrônomos puderam identificar sua presença e calcular sua massa a órbita das estrelas do conjunto. "Um objeto invisível com uma massa pelo menos quatro vezes maior que a do Sol? Isso só pode ser um buraco negro", afirmou Rivinius.

Depois dessa descoberta única, especialistas passaram a analisar a existência de outros fenômenos de buracos negros "silenciosos" na Via Láctea. "Deve haver centenas de milhões de buracos negros por aí, mas conhecemos apenas sobre poucos", afirmou Ribinius. "Saber o que procurar deve nos colocar em uma posição melhor para encontrá-los", completou.

Estamos perto de encontrar novos buracos negros

Há tempos, cientistas estudam o sistema binário LB-1, localizado na constelação de Gêmeos. Assim, segundo muitos estudos, existem a possibilidade que se tenha uma buraco negro por ali. "Ao encontrar [sistemas como esses] e estudá-los, podemos aprender muito sobre a formação e evolução dessas estrelas raras, que começam suas vidas com mais de oito vezes a massa do Sol e terminam explodindo em supernova e deixando para trás um buraco negro", explicou Marianne Heida, uma das pesquisadoras do estudo.

Pelo que sabemos, um buraco negros é invisível e tem um poder destrutivo. Para se ter uma ideia desse poder, nem mesmo a luz consegue escapar dele. Contudo, ainda sabemos muito pouco sobre o que, de fato, acontece para além desses eventos. Por enquanto, esse é o tem recorrente no universo da ficção científica. Porém, agora que sabemos que há um buraco negro que é nosso "vizinho", novas pesquisas surgirão. Para além da especulação, podemos estar perto de entender a ciência dos buracos negros.


Ei Fatos, não deixe de conferir:

2 SINAIS QUE FALTAM PARA JESUS VOLTAR - E SE FOR VERDADE

Próxima Matéria
avatar Erik Ely
Erik Ely
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.

Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+