• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


A estratégia naval mais brilhante usada pelos ingleses na 1ª Guerra Mundial

POR Mateus Graff    EM História      16/11/17 às 18h37

A Fatos Desconhecidos já fez muitas matérias sobre guerras, como as 7 maneiras de como os nazistas poderiam ter ganho a 2º Guerra Mundial. Mas hoje, caros leitores, resolvemos trazer para vocês algo que talvez vocês nunca tenham visto na vida. É claro que vocês já devem ter lido sobre estratégia de guerra, certo? Mas uma estratégia misturada com arte?

Bom, foi ainda no ano de 1917, durante a 1º Guerra Mundial, que os submarinos alemães tinham afundado cerca de 20% da frota naval britânica. A Grã-Bretanha precisava parar com essa perda, caso contrário, toda a sua frota iria afundar. Foram várias tentativas para disfarçar os navios. Algumas falharam, outras era impraticáveis. Mas o artista Norman Wilkinson teve uma ideia pra lá de genial, e criou uma camuflagem incrível.

Camuflagem Dazzle

O fato era que os submarinos alemães não poderiam atingir um navio se não soubessem para onde ele estava indo. Mirar um torpedo em um navio com a tal camuflagem de forma eficaz era difícil. Não saber para onde um navio estava indo em relação a si mesmo complicava na hora de mirar um torpedo. E foi aí que Norman Wilkinson teve a ideia de fazer a camuflagem Dazzle.

Com formas geométricas e vários tons de preto e branco deixavam os alemães confusos. Obscurecer a proa e outros ângulos que os submarinos alemães usavam para determinar um rumo era a estratégia. Resumindo, essa camuflagem servia para confundir a direção, velocidade e tamanho do navio. Genial, não!? Como os ingleses estavam desesperados para achar uma maneira de passar pelos submarinos alemães, Wilkinson propôs essa ideia para o governo inglês.

Centenas de navios foram camuflados, cada um com um padrão para que os alemães não conseguissem identificar as classes dos navios pelos seus padrões de camuflagem. Ainda assim era perigoso, mas era uma boa estratégia. Normam Wilkinson era pintor e ilustrador. Ele serviu na Marinha Real durante a 1º Guerra Mundial, o que explica a sua participação na estratégia. Por incrível que pareça, uma técnica de pintura cubista ajudou os ingleses na guerra.

Pois bem, não se sabe se a ideia foi algo realmente eficaz. Porém, segundo alguns relatos e pesquisas recentes, a camuflagem Dazzle funcionou muito bem. Mas e você, já tinha imaginado que uma técnica de pintura podia ter tanta influência assim em uma guerra? Não esqueça de deixar o seu comentário!

Próxima Matéria
Mateus Graff
https://www.instagram.com/mateusgraff/ https://www.facebook.com/mateus.adjutomartinsgraff
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+