icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


Estudo sugere como era o sexo no antigo Egito

POR Karen Batista EM Curiosidades 09/06/16 às 19h10

capa do post Estudo sugere como era o sexo no antigo Egito

Quando falamos de Egípcios automaticamente pensamos em suas gigantescas obras arquitetônicas, seus ornamentos, hieróglifos e uma série de outras coisas relacionadas a sua cultura. Por outro lado, você já se questionou como funcionava a questão dá "cópula" nessa região? Será que não havia nenhuma peculiaridade a respeito?

Os egípcios sempre se destacaram dos demais povos por serem teoricamente mais evoluídos quando o quesito era invenções, construção, medicina e etc, mas será que nesse campo social as coisas também eram especiais?

A princípio o que se sabe, é que os egípcios não possuíam uma sexualidade tão aflorada, como Gregos e Romanos, pois diferente desses povos, eles escreveram sobre o assunto apenas em 3% de seus registros, falando muito mais sobre religião, astrologia, medicina e tradições do que qualquer outra coisa.

Por esse motivo, a sexualidade desse povo por muitos anos não foi o foco dos estudos e dos arqueólogos, porém Marc Orriols, um historiador catalão, dedicou seu trabalho na busca para respostas que solucionassem esse mistério.

Afinal, assim como as demais práticas, o sexo e a maneira que um povo o pratica, lida com ele e o exalta diz muito sobre essa civilização.

Mas o que foi descoberto afinal? Bom, primeiramente precisamos entender, que como mencionamos anteriormente poucos são os registros egípcios sobre essa prática, por outro lado o Papiro de Turim e alguns outros desenhos conduzirão os estudos de Marc.

A primeira descoberta feita é bastante divertida, os egípcios diferentemente dos romanos, tendiam a aumentar o tamanho dos membros masculinos em suas figuras, isso porque proporcionalmente a anatomia retratada é simplesmente irreal.

Porém o pesquisador interpreta essa ação como algo que vai além da vaidade e do estético, mas da simbologia e importância que o membro possuía para eles, durante a prática.

Além disso, existe uma questão bastante interessante, que divide a opinião dos historiadores, o fato é que na grande maioria das retratações, o sexo é sempre praticado "por trás". Por esse motivo, há arqueólogos que acreditem, que essa seria a posição vaginal mais comum para a época. Por outro lado, Marc Orriols, acredita que essas representações não possuem uma conotação sexual, e sim, representa uma prática que servia para humilhar outros homens.

O papiro de Turim, também mostra como era a realidade das casas de prostituição, onde as mulheres realizavam verdadeiras manobras sexuais, que a muito lembram o kama sutra.

Por outro lado, podemos concluir que os egípcios no seu dia a dia, não eram tão ligados e movidos pelo sexo, diferente de outros povos pré-coloniais, e diferente também do que é retratado nos filmes.

E então queridos leitores, vocês podiam imaginar que esses eram os hábitos sexuais dos egípcios? Conta pra gente aqui em baixo nos comentários.


Próxima Matéria
avatar Karen Batista
Karen Batista
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest