• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Existem 5 tipos de ansiedade, descubra qual deles pode ser o seu caso

POR Cristyele Oliveira    EM Curiosidades      22/07/19 às 16h07

Felizmente, hoje em dia, tem se falado cada vez mais sobre distúrbios mentais, depressão e ansiedade. Isso é muito bom porque quebra um pouco do preconceito das pessoas a respeito do assunto e incentiva as pessoas a procurarem ajuda o quanto antes. A ansiedade, por exemplo, tem sido cada vez mais comum entre as pessoas e vem se tornando um problema de saúde pública, assim como a depressão.

As pessoas estão acostumadas a achar que ansiedade é conferir o celular várias vezes à espera de novas mensagens, ficar preocupado com um compromisso importante no final de semana, ou não conseguir dormir pensando na prova que você irá fazer no outro dia. Mas, na verdade, a ansiedade vai muito além disso. O Transtorno de Ansiedade se dá quando não existe motivos aparente para se sentir angustiado o tempo todo. A ponto de que isso interfira na sua vida e na sua saúde.

Segundo o Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais, esse transtorno é um distúrbio caracterizado pela preocupação excessiva ou expectativa apreensiva. Muitas coisas podem estar relacionadas à ansiedade. Entre elas, fatores genéticos, qualidade de vida, alimentação, rotina de estresse, entre outros.

Se você sofre com a ansiedade, saiba que existem 5 tipos diferentes. Listamos todos eles abaixo. Confira. Vale ressaltar que procurar ajuda especializada é sempre essencial para um diagnóstico preciso e respectivos tratamentos.

1 - Transtorno de Ansiedade Generalizada

Esse é o tipo mais comum de ansiedade e que tem afetado milhares de pessoas em todo o mundo. É descrito como um estado permanente de tensão, que se manifesta por meio de pensamentos intensos e sem justificativa. Nesse caso, é comum que ele venha acompanhado de um estado contínuo de angústia. Para entender como funciona essa questão da intensidade, esse sentimento é considerado persistente quando acontece de 3 a 4 vezes por semana. Ou mais especificamente quando começa a atrapalhar as atividades cotidianas da pessoa.

2 - Transtorno de fobia social ou específico

No caso da fobia social, geralmente, a pessoa luta com o terror da interação com outras pessoas. É muito comum que isso provoque na pessoa uma incapacidade de falar em público, e até ao telefone. Em alguns casos, a pessoa não consegue nem comer ou usar o banheiro na frente dos outros. Já quando se trata de uma fobia específica, o medo pode ser causado por um estímulo particular, como o sangue, cachorros, direção e outros.

3 - Transtorno obsessivo compulsivo (TOC)

Esse você, provavelmente, já ouviu falar. O TOC é caracterizado por causar dúvidas e pensamentos intensos que levam a pessoa a um quadro de obsessão. Um exemplo bastante comum é quando a pessoa fica na dúvida se realmente trancou o carro. Nesse caso, ela precisa ir verificar se fechou corretamente o veículo até se tranquilizar, isso pode significar ir até o carro várias vezes.

Também existem casos extremos de obsessão com a limpeza, no qual a pessoa, induzida por esse desconforto, chegará a ter aversão do mundo. Acreditando que tudo ao seu redor seja sujo e impuro. Algo que a faz preferir se manter reclusa do convívio social.

4 - Transtorno de pânico

Não é algo que se manifesta constantemente, mas seus sintomas são bem claros e bastante intensos. A pessoas, que sofrem com esse transtorno, têm a sensação de que estão em perigo e prestes a morrer. No meio de uma crise, é comum que se sintam sufocados e tenham dificuldades para respirar. Um ataque de pânico, como são chamadas essas crises, podem durar de 10 a 30 minutos. Quem já passou por um ataque desse tipo, vive com medo de vivenciar algo parecido novamente. A consequência disso é que acaba atrapalhando a qualidade de vida do indivíduo.

5 - Transtorno de estresse pós-traumático

Também muito conhecido, o TEPT, como o próprio nome sugere, aparece depois que a pessoa passa por algum evento de carga traumática. Muito comum em ex-militares, essa condição de alto estresse pode tornar a pessoa até incapacitada de desempenhar determinadas funções. Muitas delas relacionadas ao trabalho ou questões que possam despertar memórias e sensações desagradáveis, o que acaba limitando a sua capacidade de interagir com o resto do mundo. Reviver esses eventos traumáticos pode resultar em pesadelos, crises de pânico, irritação, cansaço e outros.

E você, o que achou desses tipos de ansiedade? Conta para a gente nos comentários e compartilhe com os seus amigos.

Próxima Matéria
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+