icone menu


Família de Steve Irwin, morto em 2006, resgata 90.000 animais na Austrália

POR Erik Ely    EM Curiosidades      13/01/20 às 00h39
capa do post Família de Steve Irwin, morto em 2006, resgata 90.000 animais na Austrália

Steve Irwin ou, "O Caçador de Crocodilos", como era conhecido, faleceu no ano de 2006. No entanto, mesmo após a sua morte, seu trabalho de proteção aos animais continuou com sua família. Recentemente, sua filha e esposa resgataram 90.000 animais, na Austrália.

Depois da morte de Steve Irwin, Terri, sua esposa, assumiu os trabalhos de proteção animal. Contudo, atualmente, sua filha, Bindi Irwin, de 21 anos, cresceu e está seguindo os trabalhos de proteção ambiental de seus pais.

Conheça os "salvadores de crocodilos"

Todos nós nos comovemos com a triste notícia da morte Steven Irwin, o lendário caçador de crocodilos, em 2006. Aos 44 anos, ele estava fazendo o que amava, ficando próximo de animais perigosos. Contudo, o que ele não esperava aconteceu, uma arraia perfurou várias vezes o peito de Irwin, causando assim, uma perfuração no seu coração. Depois disso, o ataque não deixou tempo para atendimento médico.

Desde então, Irwin se tornou um personagem que todos os fãs podem guardar na memória. No entanto, ele também pode ser lembrado por um outro legado que deixou. Tudo isso, graças ao trabalho de sua família.

Recentemente, os incêndios na Austrália chocaram e comoveram todo o mundo. Para se ter uma ideia, os incêndios já deixaram centenas de desaparecidos e mais de 1.200 casas destruídas. Além de claro, ter causado um efeito extremamente destrutivo na fauna e flora do país. Dessa forma, é aí que a família do "Caçador de Crocodilos" desempenhou um papel fundamental nessa história. Durante o incêndio, sua filha, Bindi Irwin, e resto de sua família salvaram e trataram mais de 90.000 animais. E para mostrar um pouco desse trabalho, o irmão mais novo de Bindi, Robert Irwin, compartilhou algumas imagens dos animais resgatados e que podem ser encontradas aqui.

Um legado que segue por gerações

Além de Robert, Bindi também está compartilhando seu trabalho nas redes sociais. Aqui, ela relata como a figura de seu pai tem sido importante para o projeto. "Com tantos incêndios devastadores na Austrália, meu coração fica partido com todos que estão perdendo algo, as pessoas e os animais. Eu queria que vocês soubessem que nós estamos seguros. Não há incêndios perto de nós ou das áreas de preservação. Nosso Hospital de Vida Selvagem está trabalhando mais do que nunca. Atualmente, há mais 90.000 pacientes sendo tratados", relatou Bindi na rede social.

Para se ter uma ideia, os coalas, por exemplo, foram os mais expostos e ameaçados durante o incêndio. Além disso, pelo menos 2.000 coalas morreram no incêndio e agora, a extinção da espécie está mais próxima do que gostaríamos. Atualmente, a família do "Caçador de Crocodilos" atende os coalas e todas as outras espécies que foram afetadas pelo incêndio. Por mais que os humanos possam ter sido afetados pela tragédia, a vida animal foi a que saiu mais destruída da história.

Com um incêndio de mais de 10,3 milhões de hectares, não há previsão para o término dos trabalhos da equipe. De acordo com Bindi Irwin, "continuaremos sendo guerreiros da vida selvagem e salvando o maior número de vidas que pudermos".


Ei Fatos, não deixe de conferir:

A câmera das meninas desaparecidas revela fotos arrepiantes e sem explicação

Próxima Matéria
Via   UOL     FayerWayer  
avatar Erik Ely
Erik Ely
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.

Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+