icone menu logo logo-fatos-desconhecidos.png


Forma como morcego fêmea se comunica com seus filhotes chama a atenção de cientistas

POR Diogo Quiareli EM Mundo Animal 26/08/20 às 10h03

capa do post Forma como morcego fêmea se comunica com seus filhotes chama a atenção de cientistas

Que o reino animal é extremamente curioso e surpreendente, não é novidade para ninguém. Entre as mais de 950 mil espécies catalogadas, há diversos segredos que nos surpreendem. Não bastando, novas descobertas conseguem chocar até mesmo os cientistas que dedicam suas vidas a esse meio. Um dos seres mais curiosos é, de longe, o morcego. Trata-se de um animal mamífero da ordem Chiroptera, onde os integrantes apresentar uma membrana bem fina entre os dedos. Essa se estende até as patas e se conecta com às laterais do corpo. Isso forma suas asas. O morcego não pode ser considerado um pássaro, visto que não possui penas suportadas por ossos.

Os morcegos são ainda os únicos mamíferos com voo verdadeiro. Aqui no Brasil, o animal pode ser raramente chamado pelos seus nomes indígenas andirá ou guandira. Uma descoberta recente a respeito de uma espécie de morcego chamou a atenção de cientistas da Universidade Livre de Berlim e, consequentemente, de estudiosos do mundo todo. Após um estudo, descobriram que as mamães morcegos também usam "voz de bebê" para se comunicar com seus filhotes. Essa descoberta foi compartilhada no último 14 de agosto no periódico Frontiers in Ecology and Evolution. Confira mais detalhes conosco.

Mamãe morcego usa "voz de bebê" para se comunicar com filhotes

Os pesquisadores focaram na espécie endêmica das Américas Central e do Sul Saccopteryx bilineata. Esse vasto repertório vocal é empregado na elaboração de canções complexas para que defenda o seu território e cortejo. De acordo com os estudiosos, durante os primeiros três meses de vida, quando os filhotes começam a vocalizar sons, as mães respondem a eles de forma diferente. Utilizando gravações sonoras das interações dos animais, a dupla descobriu que as mães interagem com os filhotes enquanto eles "balbuciam".

Esse comportamento pode ser interpretado como um "feedback positivo" para a cria durante a prática vocal. "Esses resultados mostram que o feedback social é importante durante o desenvolvimento vocal, não apenas em humanos. Mas, também em outras espécies que aprendem a vocalizar. Esse é o caso do Saccopteryx bilineata". Essas foram palavras de Ahana Fernandez, coautora do estudo e pós-doutorando no Museu de História Natural em Berlim, Alemanha.

Segundo o estudo, isso é parecido com o que alguns humanos fazem. As fêmeas acabam mudando o seu tom usual quando falam com seus filhotes. Enquanto os papais-morcego também se comunicam com a cria, mas de uma forma como se estivesse transmitindo "assinatura vocal" de seu grupo social. "Os chamados dos filhotes são acusticamente mais semelhantes ao dos machos do mesmo grupo social do que aos de outros machos", disse Mirjam Knornschild, coautora do estudo. "Esses resultados sugerem que as vocalizações de machos adultos podem servir como orientação aos filhotes. Isso permite que eles desenvolvam as 'assinaturas vocais' do grupo".

E aí, o que você achou dessa matéria? Comente então pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Vale lembrar que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.


Próxima Matéria
Via   Revista Galileu  
avatar Diogo Quiareli
Diogo Quiareli
Geminiano, 26 anos, goiano. Amante de música pop, fã de Katy e Luan.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest