icone menu logo logo-fatos-desconhecidos.png


Fósseis encontrados podem ser do último dia de vida dos dinossauros

POR Diogo Quiareli    EM Ciência e Tecnologia      01/04/19 às 17h16
capa do post Fósseis encontrados podem ser do último dia de vida dos dinossauros

Diversos cientistas e arqueólogos dedicam suas vidas buscando evidências que provem algo do passado. Os tempos antigos da Grécia, Egito, invasão viking e, é claro, a pré-história estão entre os maiores segredos. Uma confusão recente envolvendo peixes de água doce fossilizados, árvores e amonitas marinhas de Dakota do Norte, parecem ser do dia em que o asteroide caiu na Terra. Esse teria criado a cratera gigante de Chiczulub, assim destruindo a maioria dos seres vivos do nosso planeta. A mistura de organismos terrestres e marinhos, todos agrupados em um só lugar, parecem ter sido mortos por um enorme tsunami. Esse desencadeou ondas sísmicas irradiando o impacto. Os fósseis podem representar o último dia dos seres na Terra.

Em Tanis, na Dakota do Norte, Robert DePalma, estudante de doutorado da Universidade do Kansas, encontrou uma mistura de fósseis marinhos e terrestres. Esses fósseis podem ter sido despejados por ondas cataclísmicas do mar próximo. Ele acredita que as ondas não foram tsunamis chegando do Golfo, mas ondas estacionárias, chamadas de seiches. Foram adicionadas no mar por ondas sísmicas em poucos minutos após o impacto. DePalma informou em um artigo que as guelras de mais da metade dos peixes que se alimentam da suspensão, enterrados em Tanis, possuem pequenas gotas de vidros que estão entre as características identificadas nesse enorme asteroide.

Fósseis

Os fósseis empilhados possuem uma capa de alta concentração de Irídio. Esse metal cuja distribuição mundial alertou os geólogos para o fato de que esse asteroide atingiu a Terra nessa época. O local, conforme acreditam, não foi perturbado por outras pessoas. As descobertas mostram que uma chuva de material diverso varreu o continente após o impacto do asteroide. Em seguida, paredes de até três metros de altura foram levantadas. Os detritos de ambos foram enterrados sob uma chuva mais pesada de rochas e cinzas induzidas por asteroides seguidos.

"O tempo de ejeção das esferas ejetadas coincidiu com os tempos de chegada calculados das ondas sísmicas do impacto. Isso sugeriu que o impacto poderia muito bem ter desencadeado o surto", disse DePalma em um comunicado. David Burnham acrescentou: "A sedimentação aconteceu tão rapidamente que tudo é preservado em três dimensões, eles não são esmagados. Nós temos um peixe que atingiu uma árvore e foi partido ao meio".

Diversas espécies de peixes, encontradas em Tanis, são considerados espécies desconhecidas. Durante 30 anos, a teoria de um asteroide levando os dinossauros a extinção tomou conta dos cientistas. No entanto, um grupo de geólogos e paleontólogos atribuiu a extinção a enormes erupções vulcânicas na Índia. Isso teria transformado o clima do mundo a centenas de milhares de anos em diversos lados. Isso pode ter um significado ainda mais planetário.

E aí, o que você achou dessa matéria sobre os fósseis recentemente encontrados? Comenta pra gente aí embaixo e aproveite desde já para compartilhar com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento. Você pode ainda fazer um tour por nosso site e encontrar diversos tipos de curiosidades sobre vários assuntos. Use o nosso campo de busca no topo do site e viaje.


Próxima Matéria
Via   IFL Science  
avatar Diogo Quiareli
Diogo Quiareli
Geminiano, 26 anos, goiano. Amante de música pop, fã de Katy e Luan.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest